“Operação Playboy” prende mais dois em João Pessoa - WSCOM

menu

Policial

20/04/2011


“Playboy” prende mais dois em JP

Perdeu

Foto: autor desconhecido.

A Operação Playboy desencadeada na última quarta-feira, 13 pelas Polícias Civil e Rodoviária Federal e pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Púbico Estadual, continua prendendo acusados de formar uma quadrilha especializada em clonagem de cartões de crédito. Na tarde desta terça-feira, 20, mais dois acusados foram presos.

De acordo com o delegado, Jean Francisco, os dois presos hoje, Klício Rodolff Ferreira da silva, de 26 anos, e Anderson soares de Araújo de 24 anos, eram os responsáveis por descobrir os dados bancários da possíveis vítimas, para saber se “valeria” a pena investir no golpe. Eles moram em João Pessoa, nos bairros de Jaguaribe e Bancários, respectivamente.

Klício e Anderson foram encaminhados para a Central de Polícia, de onde devem ser encaminhados para um presídio da Capital.

Na operação de quarta-feira, 13, na Grande João Pessoa, cinco pessoas foram presas acusadas de clonagem de cartões e outros crimes. Os presos foram os pernambucanos André Cruz Sousa Leão (31) e Gustavo Henrique Feijó Pessoa (32); José Nilson Dantas Júnior (29), Felipe Brito Germoclio (32) e José Nilson Dantas (54), pai de Nilson Júnior.

Na quinta-feira (14) foi preso o soldado Rafael Paz de Siqueira Andrade, acusado de ser um dos principais articuladores do esquema de clonagem de cartões de crédito. Segundo o delegado, o soldado era do 1º Batalhão da Polícia Militar e se apresentou no comando achando que não existia acusações contra ele.

Na manhã desta segunda-feira, 18, o delegado informou que já ouviu algumas vítimas dos falsificadores. As vítimas são proprietárias de estabelecimentos comerciais localizadas em João Pessoa.

 

Notícias relacionadas