ONG Amigos do Peito e MPF lançam campanha Outubro Rosa 2017 - WSCOM

menu

Paraíba

22/09/2017


ONG e MPF lançam Outubro Rosa 2017

CAMPANHA

Foto: autor desconhecido.

A ONG Amigos do Peito e o Ministério Público Federal na Paraíba (MPF/PB) lançam na próxima segunda-feira, 25 de setembro, a campanha Outubro Rosa 2017. O lançamento ocorrerá no auditório do MPF, localizado na nova sede do órgão, na Avenida Epitácio Pessoa, 1800, Bairro Expedicionários, na capital. O tema da campanha neste ano é ‘Quem procura, cura!’ e busca conscientizar a sociedade da importância do diagnóstico precoce para a redução da taxa de morbiletalidade (incidência de doenças e/ou óbitos numa população) das mulheres por câncer de mama.

A campanha é uma ação mundial em prol da vida de milhares de mulheres que todos os anos são acometidas pelo câncer de mama. “É uma luta constante por melhores condições de acesso ao diagnóstico precoce, ao tratamento eficaz e a uma melhor qualidade de vida para as pacientes”, explica a mensagem do convite à sociedade para o lançamento da campanha de 2017. Este ano, a ONG Amigos do Peito tem como principal reivindicação o direito à mamografia a partir dos 40 anos, como garante a Lei 11.664/2008.

Por ocasião do lançamento, além da apresentação da campanha, haverá um fórum para discutir aspectos do controle do câncer de mama e as medidas necessárias a serem implementadas para que, além da redução da mortalidade, também haja uma melhoria da qualidade de vida das mulheres atingidas pela doença. Segundo a fundadora e presidente da ONG Amigos do Peito, a médica mastologista Joana Marisa de Barros, “além de reduzir a mortalidade, é preciso dar condições para que a mulher seja reinserida no contexto social”.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, o câncer da mama é o tipo de câncer que mais acomete as mulheres em todo o mundo, incluindo o Brasil, onde o câncer de mama apenas perde para o câncer de pele não melanoma. Conforme dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o número esperado de novos casos da doença no Brasil para o biênio 2016/2017 é de 57.960. Na região Nordeste, estima-se o surgimento de 11.190 novos casos em mamas femininas.

Para o evento de lançamento, aguarda-se a presença de representantes de diversos órgãos públicos e entidades ligados à defesa e promoção da saúde da mulher. Também são esperados representantes de associações, conselhos federais, tribunais e faculdades. O evento é aberto a toda a sociedade.

Inquérito – Tramita no MPF o Inquérito Civil nº 1.24.000.162/2015-45 com o objetivo de acompanhar a disponibilização de mamografias pelo Sistema Único de Saúde (SUS). No inquérito são apuradas uma série de questões que prejudicam o diagnóstico e o tratamento precoces do câncer de mama na Paraíba, como a falta de compromisso dos gestores com o fornecimento contínuo e organizado da mamografia, o deficiente controle de qualidade dos exames e dos aparelhos mamográficos no estado e a insuficiente disponibilização de informações à população sobre o tema. “O MPF tem postulado dos entes que compõem o SUS a garantia do direito da mulher paraibana à prevenção e tratamento adequados da doença”, informa o procurador da República José Guilherme Ferraz da Costa.

Iluminação rosa – A partir do dia do lançamento da campanha, o MPF/PB iluminará a sua sede na capital na cor rosa – cor símbolo da luta contra o câncer de mama. Durante o mês de outubro, todas as demais sedes no órgão no estado também ficarão iluminadas em tom rosa, como forma prática de divulgar para a população a luta contra o câncer de mama.