Novidade: novos dados provam uso do whatsap por aliados de Bolsonaro - WSCOM

menu

Política

20/10/2018


Novidade: novos dados provam uso do whatsap por aliados de Bolsonaro

Foto: autor desconhecido.

Uma nova reportagem da jornalista Patrícia Campos Melo confirma a fraude eleitoral pelo whatsapp, cometida por apoiadores de Jair Bolsonaro, como o empresário Luciano Hang, dono da Havan, que disseminaram mentiras contra Fernando Haddad.

Uma das empresas contratadas pelos apoiadores de Bolsonaro, a Croc Services, formalizou proposta de R$ 8,7 milhões à campanha de Geraldo Alckmin, do PSDB, usando nomes e números de celulares obtidos pela própria agência, e não pelo candidato – o que é ilegal. Os serviços da Croc também foram contratados por Romeu Zema, do Novo, que lidera as pesquisas em Minas Gerais, mas ele alega ter agido legalmente