Nome de Luiz Couto deve ser considerado para Prefeitura de JP em 2020, aponta presidente do PT-PB - WSCOM

menu

Política

08/04/2019


Nome de Luiz Couto deve ser considerado para Prefeitura de JP em 2020, aponta presidente do PT-PB

Foto: autor desconhecido.

Por Wallyson Costa / Portal WSCOM

 O presidente do PT da Paraíba, Jackson Macedo, defendeu a análise pelas lideranças da legenda para o possível lançamento do ex-deputado federal e atual secretário do Estado, Luiz Couto, à disputa da Prefeitura de João Pessoa, em 2020. Ele opinou que o ‘campo progressista’ deve estar unido contra uma ofensiva bolsonarista no Estado.

 Macedo lembrou o nome do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB), um dos mais cotados para a disputa na capital paraibana, e salientou que a discussão pode evoluir. Couto poderia disputar até para vereador, salientou.

“João Pessoa e Campina Grande vamos ter um olhar especial. Lógico que temos uma aliança com o PSB em João Pessoa, muitos falam na candidatura do ex-governador Ricardo Coutinho, mas a gente precisa entender esse cenário. Eu particularmente vou defender que o campo progressista esteja unificado em 2020, pois com certeza o bloco ligado a Bolsonaro deve apresentar uma candidatura. O nome de Luiz Couto pode ser discutido ou como cabeça de chapa ou até para vereador”, disse à Arapuan Fm.

Presidente do PT afirma que apoio dado por RC a Lula, foi fundamental para Carta do ex-presidente

A mais de um ano do pleito, o PT da Paraíba montou um grupo de trabalho eleitoral para analisar as possibilidades do partido em todo o Estado. Atualmente, o partido conta com 65 vereadores, 10 vice-prefeitos e um prefeito.

“Vamos enfrentar eleição com questões novas: financiamento público de campanha e o fim das coligações proporcionais. A gente precisa saber como enfrentar essa eleição”, comentou.

Um ano da prisão de Lula

Após um ano da prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Jackson avaliou a perda política do partido com a ausência do seu maior líder. Ele revelou que, mesmo preso, Lula se mantém acompanhando as decisões da legenda.

“É nossa maior liderança. Podia estar com a gente visitando os Estados. Tem um prejuízo político grande. Haddad assume o papel, começou as caravanas em que vai rodar todo o país. Até junho ele vem ao Nordeste e a Paraíba… o presidente Lula tem acompanhado de perto as reuniões do PT, que estão sendo todas filmadas e ele assiste em sua cela”, revelou.