No sufoco, Brasil bate Austrália e avança - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

18/06/2006


No sufoco, Brasil bate Austrália

A Seleção passou a somar seis pontos, e só pode ser alcançada pelos próprios australianos, que têm três. Japão e Croácia computam um ponto cada e ainda têm chance de buscar a segunda vaga do Grupo F na fase final.

Na Allianz-Arena, os jogadores do Brasil tiraram do sério o técnico Parreira, que queria o jogo aberto pelas pontas e se irritava com a insistência pelo meio. Como o sistema defensivo australiano funcionava, as oportunidades de gol eram raras, e os lances de maior destaque até o intervalo foram a pisada de bola de Ronaldinho e a furada de Ronaldo.

O primeiro gol do Brasil saiu no início do segundo tempo, quando Ronaldo recebeu de Ronaldinho, pedalou e atraiu a atenção de três jogadores. Ele rolou para Adriano, que tirou da marcação e bateu rasteiro no canto esquerdo do goleiro Schwarzer.

Atrás no marcador, a Austrália saiu mais para o jogo, mas o Brasil não soube aproveitar os espaços. O time chegou a ser vaiado na metade da etapa final, e Parreira trocou Emerson, Ronaldo e Adriano por Gilberto Silva, Robinho e Fred. Dida chegou a levar sustos, mas a Seleção chegou ao segundo gol aos 44min, com Fred.

As duas equipes encerram sua participação na primeira fase da Copa do Mundo na próxima quinta-feira, às 16h (de Brasília). Enquanto a Austrália encara a Croácia, em Stuttgart, o Brasil mede forças com o Japão, de Zico, em Dortmund.

A Seleção passou a somar seis pontos, e só pode ser alcançada pelos próprios australianos, que têm três. Japão e Croácia computam um ponto cada e ainda têm chance de buscar a segunda vaga do Grupo F na fase final.

Na Allianz-Arena, os jogadores do Brasil tiraram do sério o técnico Parreira, que queria o jogo aberto pelas pontas e se irritava com a insistência pelo meio. Como o sistema defensivo australiano funcionava, as oportunidades de gol eram raras, e os lances de maior destaque até o intervalo foram a pisada de bola de Ronaldinho e a furada de Ronaldo.

O primeiro gol do Brasil saiu no início do segundo tempo, quando Ronaldo recebeu de Ronaldinho, pedalou e atraiu a atenção de três jogadores. Ele rolou para Adriano, que tirou da marcação e bateu rasteiro no canto esquerdo do goleiro Schwarzer.

Atrás no marcador, a Austrália saiu mais para o jogo, mas o Brasil não soube aproveitar os espaços. O time chegou a ser vaiado na metade da etapa final, e Parreira trocou Emerson, Ronaldo e Adriano por Gilberto Silva, Robinho e Fred. Dida chegou a levar sustos, mas a Seleção chegou ao segundo gol aos 44min, com Fred.

As duas equipes encerram sua participação na primeira fase da Copa do Mundo na próxima quinta-feira, às 16h (de Brasília). Enquanto a Austrália encara a Croácia, em Stuttgart, o Brasil mede forças com o Japão, de Zico, em Dortmund.

Veja mais no Terra