Neymar exige que diretoria do PSG negocie Cavani - WSCOM

menu

Mais Esporte

19/09/2017


Neymar exige que PSG negocie Cavani

QUEDA DE BRAÇO

Foto: autor desconhecido.

A briga entre os atacantes Neymar e Cavani, que no último domingo discutiram várias vezes durante a vitória por 2 a 0 do PSG sobre o Lyon, pelo Campeonato Francês, para ver quem bateria faltas e pênaltis, segue dominando as manchetes da imprensa europeia nesta terça-feira. E, segundo o jornal espanhol Sport, a situação entre os dois está "insustentável".

De acordo com o veículo, o brasileiro quer dar mostras de seu poder nos bastidores e exigiu à diretoria do clube francês que negocie o uruguaio com outro time assim que possível.

"Neymar já demonstrou a Nasser Al-Khelaifi [dono do PSG] que sua convivência com Cavani é totalmente impossível, e pediu que o atacante uruguaio seja negociado. O cenário ideal seria durante o mercado de inverno, mas, como Cavani já jogou a Champions, ficam reduzidas assim as possibilidades de surgir um comprador de primeiro nível. Assim, a venda poderia ocorrer somente no final da temporada", diz a reportagem.

Ainda segundo o Sport, Neymar tem "apoio total" da "colônia brasileira" que dominou o vestiário do PSG, além de ter captado rapidamente o apoio da outra estrela recém-chegada ao time, o atacante Kylian Mbappé, o que deixou Cavani "cada vez mais sozinho" no plantel.

Reunião entre Neymar e Cavani

Já o jornal francês Le Parisien publicou nesta terça que o dono do Paris Saint-Germain convocou uma reunião para esta quarta com a presença dos dois atacantes, além do treinador Unai Emery e o diretor de futebol Antero Henrique.

A proposta da conversa é fazer com que ambos entrem em um acordo sobre as cobranças de pênalti e falta da equipe. Ao menos em teoria… 

No último final de semana, o PSG venceu o Lyon por 2 a 0 no Campeonato Francês, mas o placar poderia ter sido maior. Durante o tempo normal da partida, o uruguaio Cavani assumiu a responsabilidade de bater um pênalti, que Neymar havia pedido para fazer as honras. Após uma pequena discussão no gramado, o veterano “pediu licença” ao brasileiro e tentou converter, mas o goleiro adversário defendeu.

Além deste lance, Neymar e Cavani foram envolvidos ainda em outra polêmica durante a partida, na hora da cobrança de uma falta. Cavani se postou para bater, novamente, Daniel Alves chegou para fazer a função e repassou a bola para o colega de seleção, que realizou a cobrança.  

Notícias relacionadas