Ney é homenageado em Catolé, admite disputar Senado, mas acha cedo para definir - WSCOM

menu

Política

10/07/2016


Ney admite disputar Senado em 2018

REAPARECEU

Foto: autor desconhecido.

O empresário Ney Suassuna, ex-senador da república, admitiu em entrevista exclusiva ao Portal WSCOM, estar sendo "pressionado" por lideranças de todo Estado para disputar uma das duas vagas ao Senado Federal. "Não posso negar o desejo, mas é muito cedo para definições diante de tantas incertezas no País", revelou ele, por telefone, depois de receber diversos títulos de cidadania e homenagens neste sábado (9), em Catolé do Rocha, em festa reunindo 615 membros da família Suassuna.

– A festa a rigor foi para homenagear João, Raimundo – meu pai, Ariano todos em reverência póstuma já que estão mortos, e a mim em vida pelo significado do que temos feito pela sociedade e pelo Estado da Paraíba – observou ele dizendo-se tocado pelas manifestações de dezenas de entidades, prefeituras e lideranças.

ANÁLISE E FUTURO

Ney Suassuna está disposto a encarar o desafio de disputar o Senado mas condiciona tudo à conjuntura nacional, mesmo incentivado por lideranças de diversas regiões do Estado.

– Precisamos esperar o desfecho de muitas questões importantes, a começar pelo futuro politico e econômico do Brasil pois a crise do jeito que está não pode continuar – disse ele acrescentando que "vamos ver ainda a disputa municipal com as regras impedindo dinheiro privado, etc".

Ney Suassuna afirmou ainda que se impressiona com a lembrança positiva que as pessoas têm sobre sua atuação no Senado há 10 anos atrás.

– É muito bom conviver com o reconhecimento publico, mas vamos aguardar o tempo certo para as definições – frisou.

Notícias relacionadas