'Não podemos pré-julgar Cícero, investigações não criam empecilho para ele conti - WSCOM

menu

Política

22/08/2005


'Não podemos pré-julgar Cícero, investig

O governador Cássio Cunha Lima reiterou neste domingo o apoio à permanência do ex-prefeito Cícero Lucena na presidência do partido em ato contando com apoio de cerca de 300 filiados à legenda.

“Não podemos cometer a injustiça e pré-julgá-lo, ele estará respondendo, prestando esclarecimentos e isso não cria nenhum empecilho para que ele continue na presidência do PSDB”, declarou Cássio.Movimentação na tarde – Ao contrário do que aconteceu pela manhã a sede do PSDB ficou pequena para a quantidade de correligionários, filiados e admiradores do ex-prefeito da capital Cícero de Lucena Filho, que chegou para votar e ser reeleito por volta das 15h acompanhado da vice-governadora do estado, sua esposa Lauremilia Lucena.Tratamento de candidato – Cícero foi aclamado pelos admiradores que gritavam palavras de ordem, do tipo, “Cícero, nosso senador”.

O ex-prefeito não quis dar entrevista ao chegar e disse que se pronunciaria na formação da mesa onde seria anunciado como presidente estadual do PSDB reeleito .

Análise de Cássio – Já o governador Cássio Cunha Lima atendeu à imprensa logo ao chegar na sede do partido e além de reiterar a confiança no ex-secretário de seu governo, falou dos planos futuros da legenda e declarou que Cícero é o nome que o partido dispõe para o senado em 2006, mas não quis antecipar discussões eleitorais.

“Não quero antecipar o calendário eleitoral, mas acho que Cícero é o nome que o partido dispõe para lançar ao senado, lógico que daqui em diante vão surgir vários nomes de respeito para serem discutidos”, declarou.

Sobre a onda de denuncismo que se vê no país, o governador disse, “que é preciso separar o joio do trigo, é preciso cautela. Desvios foram praticados, mas não precisamos fazer disso um instante de histéria nacional, no que diz respeito à profusão de denuncias que podem abalar a instabilidade econômica. Isso não interessa ao Brasil, não interessa aos brasileiros, temos que sair desta crise fortalecidos”, concluiu.

Posição de Cícero – No seu discurso, já como presidente reeleito, o ex-prefeito que também é ex-governador disse acreditar, “que a verdade virá a tona e tudo será esclarecido”, falando sobre as investigações que vem sofrendo de desvio de verbas. Declarou também que o PSDB estará desde já trabalhando para a reeleição do governador Cássio em 2006 e deixou claro que pretende disputar as eleições para o senado também nas próximas eleições quando falou em lutar pela melhoria da qualidade de vida dos paraibanos no Palácio do Planalto.Fala de Ruy -O deputado estadual Ruy Carneiro também deferiu como sendo injusto o prejulgamento do ex-prefeito, “Seria injusto só pelas denuncias retira-lo desse processo, inclusive por que foi uma decisão unânime do partido”.

De acordo com Ruy, o ex-prefeito está centrado nos trabalhos de sua defesa e conforme for chamado irá com muita serenidade provar sua inocência. Sobre a crise nacional o deputado também ressaltou que deve se analisar com muita cautela todas as denuncias para que não se cometa injustiça”, declarou.

Notícias relacionadas