Músico preso no lugar do filho por tráfico deixa Presídio do Roger, em JP - WSCOM

menu

Policial

06/07/2018


Músico preso no lugar do filho por tráfico deixa Presídio do Roger, em JP

Foto: autor desconhecido.

O músico Luciano Vieira de Alcântara deixou a Penitenciária Flósculo da Nóbrega, o Presídio do Roger, em João Pessoa, no início da tarde desta sexta-feira (6).  Ele estava na unidade prisional desde na quarta (4) após ter sido preso na Comunidade Gauchinha, no bairro Costa e Silva,na Capital.  Ele foi detido após a Polícia Militar encontrar na casa dela oito tabletes pequenos de cocaína, que pertencia ao filho de 14 anos que tem envolvimento com o tráfico de drogas.

Nesta sexta, a juíza Michelini Jatobá, da Vara de Entorpecente de João Pessoa, revogou a prisão preventiva de Luciano e expediu o alvará de soltura. “Justiça foi feita. Um inocente não poderia ficar preso”, disse o advogado Alderban, que fez a defesa do músico.

O músico passou pela audiência de custódia na quarta e a justiça determinou a prisão preventiva dele. Como não tem curso superior, ele foi levado para o Presídio do Roger.  Luciano vai responder por tráfico de drogas.

Prisão

Uma denúncia anônima informava que na casa do músico havia um ponto de drogas. A equipe do major Sidney Paiva, do 5º BPM, deflagrou a Operação Pôr do Sol, e foi até a casa indicada.

“Quando a gente chegou no imóvel encontramos a droga no painel onde fica a televisão. A oito tabletes pequenos de cocaína, que da em torno de 300 gramas, era de um garoto de 14 anos e de um amigo. Os dois não foram encontrados. Como o entorpecente estava na casa que pertence ao pai dele, que é músico, ele foi levado detido por posse de droga, já que é o responsável do menor”, explicou o major.

A Polícia Militar que a droga fracionada daria um rendimento de cerca de R$ 5 mil.  Foram encontrados na casa ainda pinos que seriam usados na venda do entorpecente.

Notícias relacionadas