Mulher devolve cadela que furtou após vídeo viralizar na web - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

23/04/2017


Mulher devolve cadela que furtou

REMORSO

Foto: autor desconhecido.

 Uma cachorrinha da raça pinscher, que foi levada da porta da casa dos donos por ocupantes de um carro em Praia Grande, no litoral de São Paulo, na última sexta-feira (21), foi devolvida à família neste sábado (22), horas depois de um vídeo com o flagrante da ação ser postado nas redes sociais e viralizar na internet. Segundo a dona do pet, a mulher que levou a cadela ficou com medo, após a repercussão das imagens.

 O caso ocorreu no bairro Vila Tupy. Nas imagens, gravadas pelo circuito de monitoramento de casas vizinhas, é possível ver a cadelinha Jully, de três anos, do lado de fora do portão. Um automóvel passa vagarosamente e para em frente ao imóvel. O carro fica alguns minutos no local. Uma mulher que passa pela rua percebe a movimentação suspeita e chega e parar para observar. Instantes depois, o carro parte. De outro ângulo, é possível observar o momento exato em que a cachorrinha, que está na calçada, e atraída por um ocupante do carro e salta para dentro do veiculo.

 Segundo Patrícia Gomes Baptista, proprietária de Jully, por meio das imagens, ela conseguiu pistas da identidade da mulher que teria levado a cachorrinha. Com essas informações, ela chegou até uma imobiliária, onde a suspeita havia realizado uma transação recentemente. O corretor que a atendeu se prontificou a ajudá-la, e entrou em contato com a mulher.

“Ele foi até a casa dela. Ela estava com medo e já foi logo falando para ele fazer o favor de tomar a cachorra e levá-la para a dona. Depois ele me entregou”, relata.
Patrícia não chegou a registrar boletim de ocorrência, mas compartilhou o vídeo nas redes sociais, na esperança de que alguém a ajudasse a recuperar Jully, ou que quem a tivesse levado se arrependesse. O vídeo acabou viralizando na internet. “Não queria prejudicar ninguém, queria somente a cachorrinha de volta”, disse.
Segundo Patrícia, quem mais estava sofrendo era sua filha Ayla, de quatro anos, que não parava de perguntar pela cachorrinha. Com o retorno de Jully à casa da família, a alegria também voltou. “Ela está radiante”, comemora.

Descuido

 A cachorrinha Jully estava do lado de fora da casa quando foi levada. Segundo Patrícia, foi por descuido dela, e tudo ocorreu muito rápido.

 “Eu abri o portão para a minha cunhada entrar, mas não percebi que a Jully havia saído, e acabei fechando o portão. Fui dar falta dela no máximo após cinco minutos, e já comecei a chamar e procurar por ela. Saí na rua e perguntei para os vizinhos. Tive a ideia de pedir para ver as imagens das câmeras de uma vizinha. Foi quando vi o que aconteceu”, relata.

Notícias relacionadas