MST se reúne com o Incra nesta quinta-feira e decide se continua jornada de inva - WSCOM

menu

Paraíba

23/03/2006


MST se reúne com o

O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) encerrou esta semana a rodada de atividades do mês de março com seis fazendas ocupadas na Paraíba. Segundo uma das coordenadoras do movimento, Heloísa de Sousa, a partir do resultado da próxima reunião com Incra, marcada para às 10h da manhã desta quinta-feira, será decidido se as invasões vão continuar em abril ou não.

Inicialmente estava prevista a invasão de 10 fazendas em todo o Estado, mas como o Incra se mostrou disposto a negociar, por hora, as ocupações estão suspensas. Afinal, a possibilidade de sentar e conversar com o Incra, para Heloísa de Sousa, representa um grande avanço e deposita grandes expectativas na reunião.

“Para nós foi positivo e estamos esperando o retorno. Mas o mais importante é que o Movimento mostrou em todo o país que é possível negociar. Estamos confiantes de que a reunião possa significar um passo significativo no processo de reforma agrária no Estado”, comemora.

O MST inclui na pauta a possibilidade do Incra vistoriar o quanto antes todas as áreas que já foram invadidas e dar um parecer sobre a validade da ocupação. “Só o Incra pode dar o parecer legal sobre a produtividade das áreas e queremos marcar datas para que as terras possam ser vistoriadas e poder começar a trabalhar na terra”, explica.

Heloísa informa que na maioria dos Estados, o balanço também foi positivo e abriu margem para negociação. O Ministério do Desenvolvimento Agrário também sinalizou com a possibilidade de se reunir com as lideranças nacionais do MST para ouvir reivindicações, mas ainda não sugeriu nenhuma data.

Notícias relacionadas