Ministério Público determina que Berg, Luiz Antônio e Expedito devolvam R$ 11 milhões - WSCOM

menu

Política

05/06/2018


Ministério Público determina que Berg, Luiz Antônio e Expedito devolvam R$ 11 milhões

De acordo com a promotora, a empresa não possuía licença ambiental para operar o serviço, fato que iniciado na gestão de Expedito, mas negligenciado por Berg Lima e Luiz Antônio

Foto: autor desconhecido.

A pomotora de justiça, Maria Edlígia Chaves recomendou aos ex-prefeitos de Bayeux, Expedito Pereira (PSB), Berg Lima (sem partido) e Luiz Antônio (PSDB), a devolução de R$ 11 milhões  além de pedir a suspensão dos direitos políticos dos três.

O Ministério Público denuncia os ex-prefeitos de terem cometidos crime de improbidade administrativa. Segundo a acusação, os gestores cometeram várias irregularidades no contrato com a empresa coletora de lixo do município, M Contruções e Serviços LTDA.

De acordo com a promotora, a empresa não possuía licença ambiental para operar o serviço, fato que iniciado na gestão de Expedito, mas negligenciado por Berg Lima e Luiz Antônio. Ainda de acordo com o MP, Berg e Luiz Antônio prorrogaram o contrato com a empresa, mesmo cientes das irregularidades, demonstrando claro interesse em favorecê-la.

Confira a decisão do MP no link abaixo:

MP x BERG, LUIZ ANTÔNIO E EXPEDITO – 11 MILHÕES DE REAIS

 

Blog do Anderson Soares

Notícias relacionadas