"Vaquinha virtual": MPF apura irregularidades em doações recebidas por 21 candidatos a deputado na PB - WSCOM

menu

Política

22/11/2018


“Vaquinha virtual”: MPF apura irregularidades em doações recebidas por 21 candidatos a deputado na PB

Segundo denúncia, desempregados e até beneficiários do Bolsa Família fizeram doações a candidatos.

Fachada do prédio - Corregedoria do Ministério Público na Paraíba

O Ministério Público Federal (MPF) instaurou inquérito afim de investigar possíveis irregularidades em doações de campanha para candidatos, a famosa “vaquinha solidária”, para candidatos que disputaram as eleições desse ano. As portarias designando os procedimentos preparatórios eleitorais foram assinadas pelos procuradores Rodolfo Alves e Sérgio Rodrigo Pimentel, e publicadas no Diário Oficial do órgão.

São alvos da operação 21 candidatos a deputado estadual e federal nas eleições deste ano desse ano. Segundo a denúncia, os candidatos teriam supostamente recebido doações de pessoas que estariam desempregadas e até de beneficiárias inscritas em programas sociais do governo, “indicando falta de indícios de capacidade econômica para doar recursos para campanha”.

O MPF aponta ainda que um dos candidatos recebeu doações de pessoas que estavam inscritas em programas sociais do governo, indicando falta de indícios de falta de capacidade econômica para doar recursos para a sua campanha.

Agora, com a denúncia apresentada, os procuradores determinam quais as ações serão encaminhadas à Procuradoria-Geral Eleitoral para que sejam realizadas diligências. Para as ações, o MPF levou em conta o Sistema de Investigação de Contas Eleitorais.


Por Redação
Portal WSCOM