MPE vota nesta 6ª para escolher lista tríplice do cargo de Procurador Geral - WSCOM

menu

Paraíba

27/07/2007


MPE vota nesta 6ª para



Procurador Nelson Lemos votando

Desde às 8h desta sexta-feira (27), Procuradores e Promotores de Justiça do Ministério Público da Paraíba estão votando para elegerem três nomes que irão compor a lista tríplice para o cargo de Procurador-Geral de Justiça do Estado. Estão concorrendo seis candidatos, dentre eles, três Procuradores e três Promotores. A eleição está acontendo no Auditório da Procuradoria-Geral de Justiça, e se estenderá até às 16h.

Conforme dados da Comissão Eleitoral, todos os membros ativos do MP estão aptos a votar, o que soma um total de 211 eleitores, destes 19 são Procuradores e 192 são Promotores. Cada membro poderá votar em até três nomes. “A votação será com cédula, no modo tradicional. Caso aconteça algum voto com mais de três nomes será nulo.

Não haverá voto por procuração, nem voto postal, como é previsto na Resolução do Colégio de Procuradores de Justiça, que disciplina o processo eleitoral”, afirmou o Procurador José Roseno Neto, Presidente da Comissão Eleitoral, composta também por Sócrates da Costa Agra e Wandilson Lopes de Lima, ambos Promotores e a servidora Nadjane Maria Rodrigues.

Na tarde da última terça-feira, a Comissão Eleitoral esteve reunida para checar todo o material que será utilizado na eleição. Foi feita uma checagem nos equipamentos eletrônicos, na formação e conteúdo das cédulas eleitorais. A Comissão também examinou e deferiu o número e o nome dos fiscais e suplentes apresentados por cada candidato.

“Ao todo são 12 fiscais, pois cada candidato pode indicar até dois nomes, funcionando um de cada vez. Na ausência dos candidatos no recinto da apuração do resultado, poderá permanecer apenas um fiscal por candidato. Não se admitindo a acumulação de pessoas na ordem do ambiente da votação”, explicou Roseno.

O Presidente informou também que a ordem dos nomes expostos na cédula eleitoral segue a seqüência dos pedidos de inscrição, ou seja, inicia com Janete Maria Ismael, vindo em seguida, Cláudio Antônio Cavalcanti, Oswaldo Trigueiro Filho, Álvaro Pinto Gadelha, João Manoel de Carvalho e Kátia Rejane Medeiros.

Simulação Apuração – A Comissão Eleitoral realizou, também nesta semana, uma simulação do processo de resultado da apuração dos votos, que será divulgado por meio de um telão instalado no local da votação.

“Essa simulação é, sobretudo, para sabermos como vai ser a apuração da eleição. É uma prévia, onde fizemos uma inspeção no equipamento que será utilizado”, disse José Roseno, afirmando ainda que a apuração dos votos será feita na forma do “voto cantado”, onde à medida que forem sendo divulgados os votos automaticamente serão colocados no telão para os presentes. Os membros e demais interessados poderão acompanhar a contagem dos votos.

Ao ser indagado sobre o andamento do processo eleitoral, José Roseno disse que “está tudo acontecendo normalmente, na maior transparência e praticidade. Estou confiante que o processo eleitoral transcorra sem problemas”.

Notícias relacionadas