MP define ações de combate à dengue na Capital - WSCOM

menu

Paraíba

07/05/2008


MP define ações de combate

Os proprietários de 36.824 imóveis fechados em João Pessoa serão notificados pelo Ministério Público da Paraíba e pela Vigilância da Saúde do Município para que facilitem a entrada das equipes de verificação de focos do aedes aegypti. A forma de notificação será definida em uma reunião, nesta sexta-feira (09), às 9h00, na Promotoria da Saúde e contará com a participação de representantes da Vigilância de Saúde, Comando da Polícia Militar e Sindicato da Construção Civil.

De acordo com a Promotora da Saúde, Ana Raquel Beltrão, a reunião servirá para discutir a operacionalização do combate à dengue na Capital, através de campanha publicitária e inspeção em imóveis. O encontro ocorrerá na sede da Promotoria da Saúde no prédio do 1º Centro de Apoio Operacional às Promotorias.

“Nós vamos discutir, entre outros assuntos, a forma de notificar os proprietários de imóveis para que permitam a entrada das equipes de verificação de focos do mosquito da dengue nos imóveis particulares fechados”, declarou Ana Raquel. Segundo ela, em João Pessoa já foram vistoriados 196.189 imóveis, mas ainda existem 36.824 imóveis fechados que não puderam ser inspecionados e que podem ter focos da dengue.

“Nós queremos fazer esse trabalho em conjunto para informar as pessoas que os proprietários dos imóveis fechados receberão notificações para que no prazo de 48 horas agendem a visita das equipes de inspeção. Se eles não atenderem a esse chamamento, a vigilância sanitária e a polícia militar vão adentrar os imóveis e fazer a vistoria, mesmo sem a permissão do proprietário”, disse.

Esse é um trabalho urgente porque o número de casos de contaminação da dengue está aumentando e o ciclo do mosquito é de apenas sete dias, enfatiza a promotora.