MP acusa motorista do Uber de tentar matar passageiro com taco de beisebol - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

25/09/2017


Motorista do Uber tenta matar passageiro

NO DF

Foto: autor desconhecido.

 O Ministério Público do Distrito Federal denunciou o motorista Edson Oliveira Ramos por, enquanto credenciado ao aplicativo Uber, atacar um passageiro com taco de beisebol após desentendimento. De acordo com a denúncia, o homem buscou a vítima e um amigo em um bar no Setor de Indústrias Gráficas (SIG) na madrugada do dia 22 de julho deste ano.

 O destino era o Sudoeste e, durante o trajeto, o homem reclamou do tempo de espera da dupla, que teria feito com que ele perdesse uma corrida mais “vantajosa”. No fim da corrida, segundo o MP, o motorista desceu do carro com um taco de beisebol e golpeou um dos passageiros.

 A vítima sofreu traumatismo craniano grave. O amigo tentou defender a vítima e, após entrar em luta corporal, conseguiu fazer com que o agressor se afastasse. Ramos, diz a denúncia, entrou no automóvel e fugiu. O G1 não conseguiu contato com a defesa do acusado.

 A vítima foi socorrida e precisou ser internada em uma UTI. Para o Ministério Público, o motorista deve responder por tentativa de homicídio duplamente qualificado.

 “A ação criminosa teve motivação fútil, consistente em desentendimento entre motorista e passageiros, e o acusado utilizou recurso que dificultou a defesa da vítima, atacada com um taco de beisebol ao desembarcar do veículo”, disse.

 O órgão quer ainda a prisão preventiva do acusado. Ele já responde por duas tentativas de homicídio quadruplamente qualificado em Luziânia (GO), praticadas em 2016. O G1 procurou o Uber para saber que procedimentos foram tomados em relação ao motorista e aguarda retorno.

Notícias relacionadas