Mov Paz qualifica 60 professores para trabalhar 'cultura da paz' com alunos - WSCOM

menu

Paraíba

15/10/2005


Mov Paz qualifica 60 professores

Professores de sessenta escolas públicas estaduais estarão recebendo qualificação para implantação de uma cultura de paz junto aos alunos. Para o projeto piloto, foi firmado um convênio entre o MovPaz e Governo do Estado, contemplando inicialmente 30 escolas de João Pessoa e 30 de Campina Grande, atingindo um total de 15 mil alunos.

Utilizando 800 professores como agentes multiplicadores, a pretensão é transmitir cultura de paz a um número de cerca de 15 mil estudantes. Está prevista a realização da Semana de Cultura de Paz, nas duas cidades, ainda este ano, em períodos a serem definidos. “A Semana de Cultura de Paz, nas escolas, é uma ação poderosa, no sentido de instrumentalizar o ensino como conteúdo de qualificação humana, baseada no exemplo dos pacifistas que passaram e estão na Terra”, opina o coordenador estadual do MovPaz, Almir Laureano.

Ele acrescenta que esta ação visa construir uma nova consciência, desde a infância, para que a criança cresça regida por novos valores. Isso, esclarece Almir, a partir do mergulho no conteúdo da biografia dos pacifistas.Já o coordenador nacional do MovPaz, Clóvis Nunes, questiona: “Se nas escolas, culturalmente, se estuda as guerras, porque não estudar a paz?” E justifica: “Daí o nosso objetivo de ensinar a paz para melhorar a qualidade de vida dos brasileiros, a partir do alunado. É mudando as consciências que poderemos mudar o Mundo, mais rapidamente”.

Ao opinar sobre o projeto da Semana da Cultura de Paz nas escolas, a sub-secretária estadual de Educação, Verônica Bezerra Galvão, considera esta atividade como de extrema importância, como elemento mobilizador. “Esta iniciativa ganha corpo, porque a Secretaria de Educação já investe

na capacitação inicial e continuidade de professores com universidades e ong´s, a exemplo do MovPaz, cuja parceria favorecerá a disseminação da mensagem de paz”.

Notícias relacionadas