Motorista de empresa de ônibus que saiu da Paraíba e deixou 9 mortos em acidente fala de jornada excessiva - WSCOM

menu

Paraíba

17/02/2018


Motorista de empresa de ônibus que saiu da Paraíba e deixou 9 mortos em acidente fala de jornada excessiva

Acidente em Formosa, no Entorno do DF, envolveu ônibus e duas carretas

“A previsão desse carro aqui é para 21 horas e 30 minutos. E eu tenho que estar aqui uma hora antes. Eu estou desde 20 horas aqui esperando esse carro. Chegou agora quase uma hora da manhã. Eu vou pegar esse carro agora, vou dirigir oito horas pra Barreiras [Bahia]. Já vai fazer 14 horas que eu vou estar acordado”, afirma ele na gravação.

A Expresso Guanabara garante que o atraso citado pelo motorista no vídeo foi pontual. Em nota, ela afirma que respeita as leis trabalhistas e que o motorista que gravou o vídeo continua trabalhando na empresa.

A lei que regula a jornada de trabalho dos motoristas permite oito horas seguidas ao volante, com possibilidade de prorrogação de mais duas horas. O tempo de descanso entre uma viagem e outra é de no mínimo 11 horas.

O acidente desta quinta-feira (15) deixou nove mortos e 33 pessoas feridos. Edson Lopes Lima, que também morreu, assumiu o volante às 22h55 de quarta-feira (14), segundo a rodoviária da cidade de Barreiras, na Bahia. A estimativa é que o motorista estivesse dirigindo havia oito horas no momento do acidente.

A lei que regula a jornada de trabalho dos motoristas permite oito horas seguidas ao volante, com possibilidade de prorrogação de mais duas horas. O tempo de descanso entre uma viagem e outra é de no mínimo 11 horas.

 

Notícias relacionadas