Mortalidade infantil tem redução de 35,10% na Paraíba, segundo Ministério da Saú - WSCOM

menu

Economia & Negócios

01/03/2006


Mortalidade infantil tem redução de

Dados do Ministério da Saúde dão conta de que a Paraíba registrou redução de 35,10% nos índices de mortalidade infantil em três anos. Em 2002, foram 32,3 óbitos por mil nascidos vivos. Esse número caiu para 25,8 óbitos em 2004. Os dados preliminares de 2005 apontam para uma redução ainda maior: para 20,96 óbitos para cada mil crianças nascidas vivas.

Segundo o governador Cássio Cunha Lima, investimentos do Governo do Estado na área de saúde têm contribuído para a redução desses índices. Como exemplo, o Governo está concluindo os hospitais de Monteiro, Cajazeiras, Picuí, Itabaiana, Itapororoca, Catolé do Rocha, Sumé e Queimadas.

Com recursos próprios, o Governo também reformou o antigo PAM de Jaguaribe e a Maternidade Frei Damião; concluiu a Unidade Mista de Mato Grosso; o Hospital Clementino Fraga vai ganhar uma UTI, e o Arlinda Marques vai dobrar sua capacidade de 50 para 100 leitos.

Obras de infra-estrutura também são aliados no combate a mortalidade infantil. Até o final do ano, O Governo do Estado dobrará a rede de esgotos da Paraíba de 26% para 52%, através do Programa Boa Nova.

“Água tratada e esgotamento sanitário representam, com absoluta certeza, menos mortalidade infantil, mais saúde, mais qualidade de vida e mais condições infra-estruturais para o grande salto de desenvolvimento que desejamos, através do turismo, da atração de novos investimentos privados e de programas sociais de geração de ocupação e de renda”, afirma Cássio.

Para ele jamais será ocioso repetir que cada real investido em saneamento básico representará R$ 3 reais a menos nos gastos com saúde.

Notícias relacionadas