Missão britânica e família de brasileiro morto se reúnem em MG - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

01/08/2005


Missão britânica e família de

Representantes do governo britânico se reuniram nesta segunda-feira com familiares do eletricista brasileiro Jean Charles de Menezes, 27, morto por engano dentro das investigações sobre os atentados em Londres.

O objetivo da visita é transmitir as condolências pela morte do brasileiro e prestar esclarecimentos sobre a investigação em andamento.

Divulgação

Jean Charles, morto pela polícia em Londres

O encontro ocorreu na Prefeitura de Gonzaga (MG), onde mora a família de Menezes, e contou com o subchefe da Polícia Metropolitana de Londres, John Yates e o embaixador do Reino Unido no Brasil, Peter Collechott, além de membros das equipes. Yates compõe uma delegação de seis pessoas que chegou domingo a Minas.

Ontem, a edição do jornal britânico “Daily Mail” publicou matéria na qual calcula que a polícia britânica possivelmente pagará cerca de US$ 1 milhão para indenizar a família do brasileiro. O valor foi calculado por especialistas da área jurídica.

Morte

O brasileiro foi baleado no dia 22 de julho, após ser confundido pela polícia britânica com um terrorista.

Ele levou oito tiros da polícia britânica –sete na cabeça e um no ombro– após ter sido interceptado por policiais britânicos à paisana em Stockwell. Segundo testemunhas, ele teria corrido dos policiais.

O corpo de Menezes foi enterrado no último dia 29, em Gonzaga.

Notícias relacionadas