Pela primeira vez, ministérios não terão representantes do Norte e Nordeste - WSCOM

menu

Política

21/12/2018


Pela primeira vez, ministérios não terão representantes do Norte e Nordeste

Foto: autor desconhecido.

Pela primeira vez na história da República, o governo que tomará posse no dia 1º de janeiro não terá nenhum representante do Norte e do Nordeste em sua equipe ministerial, destaca reportagem de Thais Bilenkyna Folha de S.Paulo nesta sexta, que faz um balanço dos locais de nascimento dos ministros anunciados pelo presidente eleito, Jair Bolsonaro.

A região Nordeste foi a única que não deu vitória a Jair Bolsonaro nas eleições de 2018. Fernando Haddad, do PT, obteve 69,7% dos votos válidos no local. Já o candidato do PSL ficou com 30,3% dos votos válidos dos nordestinos. Já o Norte foi a região onde a disputa foi mais acirrada (Bolsonaro 51,9% X 48,1% Haddad).

Dos 22 ministros anunciados, 8 são do Sul, além do vice, Hamilton Mourão. Foi também na região que o futuro presidente obteve o maior número de votos. Bolsonaro venceu com folga, com 68,3% dos votos válidos, contra 31,7% de Haddad.

Outros 11 futuros ministros nasceram no Sudeste, 2 no Centro-Oeste e 1 é colombiano naturalizado brasileiro. “Desde 1889, quando a República foi proclamada, todos os governos tiveram representantes de alto escalão nascidos no Norte e Nordeste”, destaca a matéria da Folha, feita com informações disponibilizadas pela Biblioteca da Presidência da República.

Por Brasil 247