Ministério Público descarta nepotismo cruzado e antecipa que fez consulta sobre - WSCOM

menu

Paraíba

10/03/2006


Ministério Público descarta nepotismo cr

A Assessoria do Ministério Público do Estado descartou, em nota enviada esta tarde à redação do WSCOM Online, que esteja em curso esquema de nepotismo cruzado entre MPE e Tribunal de Justiça.

‘O caso de nepotismo cruzado estaria configurado se no TJ fosse nomeado um parente do procurador de Justiça, o que não aconteceu’, argumenta nota do MPE.

‘As nomeações de José Di Lorenzo Serpa Filho e Saulo Leite Barbosa de Almeida não configura o chamado nepotismo cruzado’, garantem os assessores do Ministério Público.

O MPE informa no documento que José Di Lorenzo Serpa Filho foi nomeado para o gabinete do procurador José Roseno Neto. ‘O pai dele, o desembargador José Di Lorenzo Serpa, está no Tribunal de Justiça, não tendo mais qualquer vínculo com o Ministério Público’, explica a nota.

De acordo com os assessores, o mesmo raciocínio se aplica a Saulo Leite Barbosa de Almeida, exonerado do MPE e depois nomeado para cargo no Tribunal de Justiça.

A Assessoria do Ministério Público antecipa que, ‘em nome da transparência e do respeito a sociedade’, a procuradora-chefe Janete Ismael fez consulta ao Conselho Nacional do Ministério Público historiando detalhadamente os dois casos.

‘A resposta está sendo aguardada e a população será informada’, garante a assessoria do MPE.

Notícias relacionadas