Ministério da Saúde inicia hoje campanha contra preconceito com ciganos na PB - WSCOM

menu

Paraíba

24/05/2008


Ministério da Saúde inicia hoje

Enfrentar as desigualdades no acesso à saúde por parte dos grupos populacionais ciganos é uma das metas do Mais Saúde, programa de governo que reúne iniciativas nesta área e visa ao desenvolvimento do país. Como parte do plano de ampliar o acesso ao atendimento universal, o Ministério da Saúde lança hoje Campanha contra a Discriminação do Povo Cigano nos Serviços de Saúde.

O dia 24 de maio é o Dia Nacional dos Ciganos e o dia de Santa Sara Kali, padroeira dos ciganos. Os ciganos sofrem com o preconceito por não terem um endereço fixo. Muitos dos programas do ministério da Saúde vinculam o atendimento ao local de moradia. Para incentivar a universalização, o ministério distribuirá folderes em quatro cidades do país por onde passam esses povos nômades, tais como Souza. Além disso, também será editada uma portaria garantido o atendimento a esse grupo.

”O acolhimento a essa população é necessário até mesmo para conhecer mais sobre eles. Não sabemos precisamente quantos ciganos existem no Brasil, mas há estimativas que a quantidade varia entre 400 mil e 800 mil. Também não sabemos, as doenças mais freqüentes, os hábitos alimentares e as demandas desse grupo”, diz Ana Maria Costa, diretora do departamento.

O lançamento da campanha será realizado juntamente com ações do Ministério da Cultura, que entregará o Prêmio Culturas Ciganas e a Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, que apresentará a Cartilha dos Povos Ciganos. Haverá também uma programação especial com shows musicais, danças típicas, exposição e gastronomia do povo cigano.

Notícias relacionadas