Metade dos vôos de Congonhas está cancelada - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

27/07/2007


Metade dos vôos de Congonhas



Aeroporto abriu no horário normal, sem restrições

Metade dos vôos previstos para decolar entre as 6h e as 7h desta sexta-feira (27) do Aeroporto de Congonhas, na Zona Sul de São Paulo, está cancelada, de acordo com informações da Infraero.

São nove cancelamentos entre os 18 vôos programados para o período. Não houve atrasos superiores a uma hora.

Pousos e decolagens ocorrem normalmente, mas a pista auxiliar ainda é a única em funcionamento. A principal, fechada desde o acidente com o vôo 3054 da TAM, teve vários buracos abertos durante os trabalhos da perícia.

Na quinta (26), a pista começou a receber aplicações de ranhuras, que aumentam o escoamento da água em dias de chuva e a aderência dos pneus das aeronaves à pista. Mesmo sem o término desse trabalho, ela será liberada nesta sexta (27).

A reabertura acontece após uma vistoria que será acompanhada pelo ministro da Defesa, Nelson Jobim. Ele deve chegar a Congonhas às 9h30. Às 11h, segue para o local do desastre.

Quando a pista voltar a funcionar, as ranhuras passarão a ser aplicadas entre as 23h às 6h. A Infraero afirma que vai dobrar o número de funcionários para poder terminar o trabalho em no máximo 20 dias. O prazo inicial para a conclusão das ranhuras era de 45 dias.

Cumbica

O Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, também opera sem restrições esta manhã. Não houve cancelamentos entre a meia-noite e as 7h, segundo a Infraero. Três das 27 partidas previstas para esse período partiram com atraso superior a uma hora.

Notícias relacionadas