Metade das vítimas do vírus HIV são mulheres, alerta relatório da ONU - WSCOM

menu

Internacional

13/10/2005


Metade das vítimas do vírus

O documento que foi divulgado nesta quarta-feira, pelo Fundo de População das Nações Unidas (Unfpa), alerta que quase metade dos 40 milhões de pessoas infectadas pelo vírus HIV são mulheres. De acordo com o relatório, hoje em dia, a face da aids é cada vez mais feminina e cada vez mais jovem.

A informação consta no relatório anual sobre a situação da população mundial 2005. Para a UNFPA, a pobreza, a discriminação e a violência contra as mulheres favorecem a epidemia de HIV-aids.

O relatório revela que três quartos de todos os novos casos de HIV são transmitidos sexualmente entre homens e mulheres. Os dados apontam para fato de muitas mulheres infectadas por seus próprios parceiros. O que contraria a crença comum de que mulheres casadas estão seguras.Na África Subsaariana, de sessenta a oitenta por cento de todas as mulheres HIV positivas foram infectadas por seus maridos. África Subsaariana é uma região do continente africano ao sul do Deserto do Saara.

Segundo o relatório, as mulheres jovens correm um risco particular na África Subsaariana. Setenta e seis por cento de todos os jovens que vivem com o HIV são mulheres na faixa etária de quinze a vinte e quatro anos de idade.

No Caribe, no Oriente Médio e na África Subsaariana, cerca de setenta por cento de todas as pessoas jovens infectadas pelo HIV são mulheres.

Entre as recomendações do relatório para combater a aids está a mobilização de recursos adicionais para a prevenção do HIV e a assistência as pessoas que vivem com HIV- Aids.

Notícias relacionadas