Meia-passagem: estudantes se concentram em frente ao Palácio; Governo recebe com - WSCOM

menu

Paraíba

07/06/2006


Meia-passagem: estudantes se concentram

O grupo de estudantes que protestam contra as cotas da meia-passagem nos ônibus intermunicipais está neste momento concentrado em frente ao Palácio da Redenção, centro da Capital.Eles serão recebidos por um grupo de secretários.

Mais cedo eles fecharam os portões do Terminal Rodoviário e provocaram reação dos motoristas. Um estudante – Gildian Pires, da Ubes de Campina Grande – foi preso.

De acordo com relato dos manifestantes, alguns motoristas chegaram a empunhar revólveres contra os estudantes. A Polícia Militar foi acionada e negociou a liberação dos portões.

Os estudantes anunciaram que vão montar acampamento em frente ao Palácio da Redenção para pressionar o governador Cássio Cunha Lima a elaborar projeto de lei propondo a suspensão de cotas para meia-passagem nos ônibus intermunicipais.

O Governo do Estado descartou a suspensão das cotas. Mas garante a ampliação dos atuais dez assentos para 18.

Ontem à noite, o governador recebeu um grupo de estudantes e garantiu que vai solicitar do Procon estadual orientação para montar uma força-tarefa de fiscalização do cumprimento das cotas.

O projeto de lei, que deveria ter seguido hoje para a Assembléia Legislativa, só será encaminhado após a montagem do esquema de fiscalização.

Ligações políticas – Assessores do Governo do Estado dizem que os representantes estudantis reunidos ontem com o governador acabaram concordando com o novo projeto da meia-passagem.

Mas, dentro do Palácio da Redenção, a aposta é de que as manifestações estudantis vão continuar, movidas por interesses políticos.

Assessores apontam que pelo menos dois dos líderes que organizaram o movimento desta manhã têm ligações com opositores do governador. Gildian Pires, preso pela PM, é filho de secretário da administração peemedebista em Patos. E Helson Filho é vice-presidente do PMDB Jovem.

As portas do Palácio foram fechadas e recebeu proteção extra da PM.

Notícias relacionadas