Médico teme pelo peso de Adriano nos cinco meses de recuperação de lesão - WSCOM

menu

Futebol

20/04/2011


Médico teme pelo peso de Adriano

parado

Foto: autor desconhecido.

Adriano ficará fora durante cerca de cinco meses e sua grave lesão no tendão de Aquiles no pé esquerdo não tem a ver com o seu sobrepeso. Só que a balança preocupa o Corinthians. Joaquim Grava, médico do clube e responsável pela cirurgia realizada nesta quarta-feira, disse que o atacante deve ficar atento aos excessos durante a recuperação.

“Isso há [preocupação]. Tem de ter uma orientação dietética. Ele já tinha perdido três quilos e agora inevitavelmente vai engordar. Ele deve manter essa orientação. Não pode ganhar peso além do que ele está”, disse Joaquim Grava, que previu um acompanhamento do peso de Adriano de dez em dez dias.

O médico voltou a descartar relação entre a lesão, sofrida na última terça-feira, e o sobrepeso de Adriano. Para isso, até fez comparações com o caso de David Beckham, que no ano passado lesionou o tendão de Aquiles atuando pelo Milan e perdeu a Copa do Mundo.

“Não tem relação [com o peso]. Já tem gente coisa dizendo que é coisa de gordo que corre, e gordo não corre, anda. Isso é fatalidade. O Beckham teve uma lesão de Aquiles. E ele está gordo? É pura fatalidade. É uma etapa de azar na vida dele. Passando essa etapa ele vai ter sucesso”, disse Grava.

Adriano passará quatro semanas com o pé esquerdo imobilizado por uma bota especial. Nas duas primeiras semanas, ficará no Rio de Janeiro com a família e a orientação de José Luiz Runco, médico do Flamengo e da seleção brasileira.

Depois de quatro semanas, o atacante passará a fazer trabalhos de recuperação com bicicletas ergométricas e hidroterapia. Grava acredita que Adriano pode voltar aos gramados antes de cinco meses, já que a lesão aconteceu na junção entre o tendão e o músculo, cenário melhor que se ela acontecesse no meio do tendão.

Notícias relacionadas