Marília bate Náutico, mas está fora da Série B - WSCOM

menu

Mais Esporte

16/10/2005


Marília bate Náutico, mas está

O Marília está eliminado do Campeonato Brasileiro da Série B. Nesta tarde de sábado, o time do interior paulista chegou a bater o Náutico por 4 a 3, no estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal, mas o resultado não foi suficiente para colocá-lo na fase final da Segunda Divisão.

Para ficar com a vaga, a equipe precisava vencer por quatro gols de diferença e ainda contar com um tropeço da Portuguesa frente ao Guarani, em Campinas. O clube da capital, aliás, perdeu por 1 a 0, mas ficou com a vaga.

O Náutico encerrou o quadrangular semifinal com 13 pontos contra dez da Portuguesa. O Marília ficou em terceiro, com nove, enquanto os campineiros, já eliminados desde a rodada passada, acabaram com apenas quatro.

Com o primeiro posto garantido, os pernambucanos terão o direito de fazer a última partida da próxima fase nos Aflitos. O mesmo acontece com o arqui-rival Santa Cruz, que terminou na ponta do Grupo A. O Grêmio foi o segundo.

A estréia do Náutico no quadrangular decisivo será no próximo sábado, às 16h, contra os gaúchos, no estádio Olímpico, em Porto Alegre.

O jogo

Precisando da vitória, o Marília foi para cima desde o início e não demorou a abrir o placar. Aos 8min, após cobrança de escanteio pela direita, Marcelo Rosa apareceu na pequena área e desviou de cabeça para colocar o time da casa em vantagem.

Com o Náutico oferecendo pouca resistência, os paulistas continuaram sufocando. O segundo gol veio aos 18min, quando Élvis cobrou falta pela direita, a bola passou pela barreira e foi às redes do goleiro Rodolpho.

Sete minutos mais tarde, o Marília marcou mais um. Ricardinho foi derrubado fora da área, mas o árbitro Evandro Rogério Roman (SP) marcou pênalti. Na cobrança, o próprio atacante converteu.

Aos 35, no entanto, o Náutico descontou também em uma penalidade máxima. Betinho foi lançado na área e acabou derrubado por Téio. David bateu e diminuiu a vantagem.

No final do primeiro tempo, os pernambucanos anotaram o segundo e dificultaram ainda mais a situação do adversário. Aos 44min, Paulinho recebeu de Miltinho e chutou. A bola desviou no zagueiro Gian e foi para o gol de Guto.

Na volta do intervalo, os times reapareceram brigando bastante no meio-campo e criando poucas situações de ataque. Desanimado pela dificuldade em se classificar, o Marília ainda procurou o campo ofensivo, mas sem assustar Rodolpho nos minutos iniciais.

No desespero, o técnico Wladimir Araújo ainda arriscou a fazer algumas alterações. Aos 31min, Chico Marcelo marcou o quarto gol do Marília, mas, aos 44min, Betinho descontou para o Náutico e fechou o placar.

Notícias relacionadas