Maranhão: "Vamos fazer uma verdadeira revolução no ensino" - WSCOM

menu

Política

18/09/2018


Maranhão: “Vamos fazer uma verdadeira revolução no ensino”

Foto: autor desconhecido.

Nessa última segunda-feira (17), o candidato ao Governo do Estado pelo MDB, Zé Maranhão, falou sobre propostas de governo que vão melhorar a Paraíba em uma entrevista concedida ao Programa Correio Debate, da TV Correio, Rede Record. Quando questionado sobre educação, Maranhão destacou a preocupação com o ensino profissionalizante. “ É fundamental um ensino qualificado, que prepare o jovem para o mercado de trabalho. Mais que abrir escolas é preciso que elas tenham  qualidade. Vamos fazer uma verdadeira revolução no ensino médio e na qualificação dos professores”, garantiu.

Zé Maranhão tem andado muito pelo interior do estado e tem visto de perto os problemas que estão sendo enfrentados pela população. O candidato falou da importância de retomar projetos que deram certo em seu governo. “Nós vamos retomar o Cooperar. Nenhum projeto foi tão eficaz no interior. Foi através dele que fizemos o trabalho de eletrificação rural, que auxiliou na micro e pequena irrigação. Esses projetos estão desativados. Vamos recombinar as equipes que ainda estejam em condições de trabalhar e fazer com que eles voltem a levar melhorias para o interior do Estado”, disse o emedebista.

Na oportunidade, Zé Maranhão enfatizou que vai respeitar o aparelho policial. “A insatisfação é generalizada entre os integrantes das polícias. Uma delas é a questão da paridade na aposentadoria. A categoria perde quase metade do que ganha quando para de trabalhar. Não há quem consiga viver com dignidade. Também vamos atualizar o efetivo que hoje é menor que há dez anos.A população cresceu, os bandidos também se modernizaram no crime. É preciso mudar. É necessário investir na política investigativa, na qualificação”, completou o candidato.

A violência contra a mulher também foi destaque. Maranhão afirmou que vai trabalhar não apenas de forma repressiva como o fortalecimento da secretaria e da delegacia da mulher, criadas por ele, mas também intensificar a conscientização de políticas públicas que protejam as mulheres.

Além do compromisso já assumido publicamente em diversas ocasiões em relação ao melhoramento e reabertura de hospitais que estão sem funcionar plenamente ou até fechados, Maranhão também destacou a preocupação com o saneamento básico como questão de saúde pública. “Tenho um só projeto para o problema: resolver. O custo é alto. Mas o governador tem que ser líder para ter acesso aos setores governamentais que possam fornecer os recursos necessários. Vamos investir nas parcerias público privadas. Cuidar de saneamento é cuidar de saúde, diminuir gastos hospitalares e com remédios”, disse.

Notícias relacionadas