Maranhão acusa TCE de fazer vista grossa em relação às contas do governo - WSCOM

menu

Economia & Negócios

09/06/2006


Maranhão acusa TCE de fazer

Durante o seminário Paraíba de Futuro realizado pelo PMDB na manhã de hoje, 9, o senador José Maranhão acusou o Tribunal de Contas do Estado de ‘fazer vista grossa’ as irregularidades existentes na prestação de contas do governo do Estado.

“O Tribunal tem dois pesos e duas medidas, por exemplo, o Estado é obrigado a investir 12% da receita corrente liquida em saúde, o governo investiu menos de 5 %. O tribunal faz vista grossa quanto a isso, mas reprovou dezenas de prefeitos que deixaram de investir menos de 0,5%”, acusa.

Ele lamentou que essa prática tenha se tornado de praxe dentro da atual legislação.

Sobre as eleições Maranhão disse que vai esperar a decisão do PT sobre as candidaturas na Paraíba antes de encerrar as discussões sobre o nome que vai figurar junto com ele na chapa majoritária. O presidente estadual do PT, deputado Frei Anastácio, participou do seminário.

“A pressa é a inimiga da perfeição, mas vamos escolher o vice no prazo. Por enquanto vamos deixar fluir, já que temos até o dia 30 de junho. Só sei que tanto o PMDB quanto o PSB tem ‘PIB’ político e pessoas preparadas para a vaga. Além do mais vamos esperar o PT também, que só vai ter uma definição no dia 17 de junho”, revela.

Ele acredita que as discussões sobre a verticalização tomaram muito do tempo que deveria ser destinado ao debate político e que só agora que o TSE entendeu que cada localidade tem uma realidade política diferente não podendo ficar amarrado as decisões nacionais.

Sobre as pesquisas, o senador diz que a última divulgada, na qual seu nome aparecia em desvantagem, não poderia ser levada a sério. “Este instituto (Brasmarket) está proibido de fazer pesquisas em vários Estados e eu confio nas pesquisas internas que revelam uma vantagem nossa de até 30¨%”, assegura.

Melhor que a Suíça– Maranhão também fez duras críticas às campanhas institucionais feitas pelo Governo do Estado. Ele reclamou que as propagandas divulgadas não revelam a realidade do interior da Paraíba. O senador disse ainda que os prefeitos de oposição vêm enfrentando perseguição por parte do Executivo Estadual.

“Pela propaganda do governo, a Paraíba é melhor que a Suíça. Em relação às estradas os recursos chegam regularmente do Governo Federal, mas os prefeitos da oposição enfrentam perseguição e são vítimas de chantagem política para ter acesso”, acusa.

Seminário – O seminário ‘Paraíba de Futuro começou’ às 8h30 da manhã com uma exposição do prefeito Ricardo Coutinho sobre gestão democrática, desenvolvimento econômico e inclusão social.

Em seguida houve um painel sobre Segurança Cidadã, apresentada pelo professor Osvaldo Trigueiro e por último, uma palestra com o tema ‘Desenvolvimento, Profissionalização e Emprego” foi apresentada pelo professor José Arlindo da UFPB.

Notícias relacionadas