Manifestações 'Juventude Pelo Sim' e 'Brasil: Desarmamento SIM' acontecem neste - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

15/10/2005


Manifestações 'Juventude Pelo Sim' e

No dia 16, movimentos da juventude organizam passeata na Orla de Copacabana e assinam manifesto em favor do SIM no Referendo. Na mesma data, sete sociedades médicas nacionais se posicionam pelo SIM e realizam ato simbólico na Lagoa Rodrigo de Freitas e o “Natal Sem Fome” deste ano também defende a proibição do comércio de armas.

Neste domingo, dia 16, duas manifestações simultâneas marcam o último dia de passeatas no Rio de Janeiro antes do referendo que irá decidir se o comércio de armas de fogo e munição será proibido no país. A caminhada “Juventude Pelo Sim” irá reunir a UNE, UBES, escoteiros, Clarisse Matheus, Instituto Sou da Paz, Viva Rio, Pastoral da Juventude Católica, Rede Fale, além dos parlamentares deputado Alessandro Molon (PT-RJ), deputado Carlos Minc (PT-RJ) e a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ) na orla de Copacabana.

Na Lagoa Rodrigo de Freitas, oitenta mil médicos, de sete sociedades médicas nacionais, se posicionam enfaticamente SIM – à vida, a um país mais fraterno e justo, e a uma sociedade minimamente civilizada. A partir de 11h de domingo, 36.091 cruzes estarão flutuando no espelho d’água da Lagoa, em frente ao Corte Cantagalo, próximo ao pedalinho. As cruzes simbolizam os cidadãos brasileiros que morreram por armas de fogo no ano de 2004. Este dado oficial é baseado na AIH (Autorização de Internação Hospitalar) e é o número mais fidedigno e preciso da entrada de pacientes baleados em dependências hospitalares no Brasil.

A concentração para a passeata “Juventude Pelo Sim” começa às 9h30 e está prevista para sair do Posto 2 (em frente à Praça do Lido) às 11h, em direção ao Posto 9 (Ipanema). As instituições que irão participar do evento também assinam o “Manifesto da juventude do Estado do Rio de Janeiro” a favor do Sim na votação do dia 23 de outubro. “As armas de fogo representam a maior causa de mortes de jovens no Brasil. Desta forma, a juventude fluminense acredita que cabe aos jovens um papel extremamente relevante neste embate (…) No dia 23 de outubro, a juventude vai dizer SIM ao desarmamento e afirmar nosso desejo de paz”, diz o documento (veja abaixo o texto na íntegra).

A Ação da Cidadania também defende o SIM no evento “Natal Sem Fome” que acontece no Aterro do Flamengo, às 9h de domingo.

Notícias relacionadas