Manchester City bate Chelsea nos pênaltis e leva Copa da Liga Inglesa - WSCOM

menu

Esporte

24/02/2019


Manchester City bate Chelsea nos pênaltis e leva Copa da Liga Inglesa

Manchester City campeão da Copa da Liga (Foto: REUTERS/David Klein)

 Um clássico nacional, Wembley lotado, em campo dois times recheados de grandes jogadores. Ingredientes de sobra para um jogão, mas não foi exatamente isso o que aconteceu neste domingo.  Chelsea e Manchester City ficaram no empate em 0 a 0 no tempo normal e na prorrogação, melhor para o time de Pep Guardiola que levou a melhor na disputa de pênaltis, venceu por 4 a 3 e conquistou pela sexta vez a Copa da Liga Inglesa, a segunda de forma consecutiva. Destaque para o goleiro brasileiro Ederson, que pegou uma penalidade.

Com a conquista deste domingo em Wembley, o Manchester City soma seis títulos da Copa da Liga Inglesa, superando Manchester United, Chelsea e Aston Villa, todos com cinco conquistas. Os Citizens, que ainda brigam pelos títulos da Copa da Inglaterra, Liga dos Campeões e Campeonato Inglês, só têm menos títulos na Copa da Liga do que o Liverpool, que tem oito.

Pressionado principalmente após levar de 6 a 0 para o Manchester City no Campeonato Inglês, o técnico do Chelsea, Maurizio Sarri, mudou completamente a forma de sua equipe jogar. Abriu mão de um atacante de área, colocou mais jogadores de marcação do meio de campo, deixou menos espaços para o adversário e conseguiu não levar gol no primeiro tempo. Os Blues tiveram poucas saídas nos contra-ataques, não era fácil tocar a bola diante de um City que avançava suas linhas na marcação. Com esse panorama, poucas chances de gol em um jogo muito tático no primeiro tempo.

O segundo tempo foi bem mais intenso, até mesmo as torcidas fizeram uma bonita festa em Wembley. O Manchester City tentou pressionar a saída de bola e forçar o rival ao erro. O Chelsea, por sua vez, levou perigo no contra-ataques, principalmente com Hazard pela esquerda. Em uma das saídas do belga, ele fez grande jogada e tocou na área para Kanté, que bateu por cima do gol e perdeu ótima chance. Mas, sem bola na rede, a partida foi para a prorrogação.

Na prorrogação, duas equipes cansadas, mas ainda sim buscando o jogo. Agüero quase fez o gol do título do Manchester City em um lance confuso na área, Kepa salvou, depois caiu no gramado pela segunda vez. Preocupado, Maurizio Sarri pediu o aquecimento de Caballero. Preparou a substituição e mandou o argentino entrar. Ao saber que deixaria a partida, Kepa não aceitou. O treinador dos Blues ficou revoltado com a atitude do goleiro ameaçou deixar até o campo, mas acabou sendo contido por jogadores e membros da comissão técnica. Sem gols, a decisão foi para os pênaltis.

A confusão entre Kepa e Maurizio Sarri no fim da prorrogação pode ter influenciado os jogadores do Chelesea. Ou perderam a concentração, ou a pontaria não estava em dia. Jorginho e David Luiz erraram suas cobranças, com Ederson pegando a penalidade do volante. Do lado do City, só Sané desperdiçou. 4 a 3 para o time de Pep Guardiola e festa em Manchester.

Globo Esporte