Mais um caminhoneiro é assaltando na BR-101 - WSCOM

menu

Policial

27/08/2005


Mais um caminhoneiro é assaltando

Mais um caminheiro foi assaltado na BR-101-Norte, em uma ladeira altura do quilômetro 17, próximo a Pitanga da Estrada, município de Mamanguape. Os assaltantes roubaram a carga de rações para animais que era transportada no caminhão Ford, tipo Cargo, modelo 1418, cor4 branca, ano 1988, de placa BYH-7789-RN, que era dirigido por Miguel Loureiro Machado, 62 anos, casado, residente na rua Projetada, 50, Comunidade PI-01, Natal, Rio Grande do Norte.

O assalto aconteceu por volta de 1h00 de hoje (27-08), quando Miguel Loureiro estava subindo uma ladeira, e a carga pesada fez com que desenvolvesse baixa velocidade ao caminhão Ford-Cargo, do que se aproveitaram os quatro assaltantes, armados com revólveres e pistolas que estavam em uma camioneta, de marca, cor e placa não identificada pelo camionheiro Miguel Lourenço, e sob as miras das armas foi obrigado a parar no acostamento da BR-101.

Quando Miguel Lourenço parou o caminhão, um dos assaltantes entrou na cabina, obrigando-o a descer, mas antes cobriu a sua cabeça com um capuz para evitar que ele visse os demais assaltantes e pudessem identifica-lo posteriormente. O camionheiro foi obrigado a entrar na camioneta que estava estacionada, em seguida foi levada pelos assaltantes e deixado em um canavial nas margens da rodovia estadual, PB-041 que liga a BR-101 a cidade de Capim.

Depois que foi deixado abandonado no canavial, Miguel Lourenço quando pressentiu que os assaltantes estavam longe, rumou para a BR-101, e caminhou a pé até cidade de Mamanguape, onde pediu ajuda aos policiais rodoviários que estavam de serviço no posto da Polícia Rodoviária, de Mamanguape. Com ajuda de policiais militares da 19ª Companhia, do 4º Batalhão os policiais rodoviários orientados por Miguel Lourenço, efetuaram diligências, que adentaram o vizinho Estado do rio Grande do Norte, mas os assaltantes como também o caminhão com a carga de rações para animais não foram localizados. A queixa sobre o assalto foi registrada na Delegacia de Polícia Civil, de Mamanguape.

Notícias relacionadas