Mais segurança não impede explosões em Bagdá - WSCOM

menu

Internacional

17/06/2006


Mais segurança não impede explosões

Pelo menos 30 pessoas foram mortas e mais de 80 ficaram feridas em uma série de ataques na capital iraquiana e nos arredores de Bagdá.

Houve pelo menos seis explosões de bombas na cidade e outra ao sul de Bagdá. Dois dos ataques a bombas foram em mercados: um no centro da cidade e outro em um subúrbio de maioria xiita.

Cerca de uma dúzia de iraquianos, incluindo soldados da polícia, foram mortos em dois ataques a um posto de controle.

Este sábado é o quarto dia de uma grande operação de segurança em Bagdá envolvendo milhares de tropas iraquianas e americanas.

A intenção é impedir os taques vistos na sexta e no sábado, de acordo com o repórter Jim Muir, da BBC, que está na capital iraquiana.

Na sexta-feira, um ataque suicida a uma mesquita xiita de Bagdá deixou 11 mortos.

O reforço da segurança imposto na quarta-feira inclui ainda vários bloqueios policiais na cidade, numa operação de alta visibilidade.

As autoridades temiam uma possível escalada da violência após a morte do líder da Al-Qaeda no Iraque, Abu Musab al-Zarqawi, na semana passada.

Mas o governo iraquiano também disse ter encontrado documentos importantes no local onde Zarqawi foi morto, que poderiam ajudar a desmontar a Al-Qaeda no país.

Notícias relacionadas