Mais Médicos: Paraíba é o Estado do Nordeste que menos sofrerá com a saída - WSCOM

menu

Política

17/11/2018


Mais Médicos: Paraíba é o Estado do Nordeste que menos sofrerá com a saída

Foto: autor desconhecido.

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), será o gestor do Nordeste que menos sofrerá com a escassez de médicos proporcionadas pela saída de Cuba do programa ‘Mais Médicos’. Segundo o Ministério da Saúde, os 134 médicos cubanos que atuam no Estado representam apenas 9% do total de profissionais das equipes de saúde da família.

Dos nove estados da região, a porcentagem de participação de médicos cubanos no universo da saúde pública é a menor. No Ceará e em Pernambuco, nossos estados vizinhos, o índice é quase o dobro: 18% e 17%, respectivamente. Nosso outro vizinho, o Rio Grande do Norte, tem 13% de médicos cubanos. O Estado mais dependente dos serviços dos estrangeiros é a Bahia, com 21%.

A porcentagem de médicos cubanos no total do ‘Mais Médicos’ também tem o menor índice na Paraíba: são 36% de médicos do total, mesmo número do Ceará. Nessa estatística, quem lidera a dependência dos profissionais cubanos é o Maranhão, com 69%.

Confira o gráfico:

ESTADOS % Médicos CubanosPMM % Médicos CubanosEquipes Saúde da família
1. ALAGOAS 62% 14%
2. BAHIA 54% 22%
3. CEARÁ 36% 18%
4. MARANHÃO 69% 21%
5. PARAÍBA 36% 9%
6. PERNAMBUCO 50% 17%
7. PIAUÍ 64% 15%
8. RIO GRANDE DO NORTE 50% 13%
9. SERGIPE 54% 15%

Fonte: OPAS e CNES – Nov/2018