Maioria da população é contra a reforma da previdência, aponta pesquisa - WSCOM

menu

Política

26/02/2019


Maioria da população é contra a reforma da previdência, aponta pesquisa

Bolsonaro entrega proposta de reforma da Previdência / Foto: Câmara dos Deputados/Luis Macedo

Pesquisa do instituto MDA encomendada pela CNT mostra que  a maioria da população é contra a Reforma da Previdência. Desta vez, 45,6% da população se diz contra a reforma, contra 43,4% favoráveis ao projeto; levantamento também apontou que 66,9% desaprovam o novo salário mínimo de R$ 998 abaixo do previsto no Orçamento da União para este ano aprovado pelo Congresso Nacional (R$ 1.006).

O projeto de Bolsonaro prevê idade mínima de 65 anos para homens e 62 para mulheres se aposentarem. O governo também que obrigar as pessoas a contribuírem por 40 anos para ter direito a 100% do benefício.

O chamado regime de capitalização também consta no projeto. De acordo com este modelo, o trabalhador abre uma conta individual e faz uma poupança para se aposentar no futuro. Com isto, os bancos pretendem liquidar o atual modelo previdenciário de repartição e solidariedade e passarem a gerir os fundos previdenciários do país -o modelo é inspirado na fracassada experiência chilena.

O governo também fixou a idade de 70 anos para idosos receberem o Benefício de Prestação Continuidade (BPC). Atualmente a idade é de 65 anos. O valor será de R$ 400, abaixo do salário mínimo vigente no Brasil.

Salário mínimo

Os entrevistados também foram questionados sobre o novo salário mínimo de R$ 998, abaixo do previsto no Orçamento da União para este ano aprovado pelo Congresso  Nacional (R$ 1.006)

Ao todo, 29,5% disseram que aprovam o novo mínimo, e 66,9% que desaprovam.

Por Redação com Brasil 247 / Portal WSCOM