Lula manda dizer que quer ir aos debates e apela pelo 'fim da censura' - WSCOM

menu

Política

10/08/2018


Lula manda dizer que quer ir aos debates e apela pelo ‘fim da censura’

Foto: autor desconhecido.

Após visita ao ex-presidente Lula, o porta-voz do petista e candidato a vice em sua chapa, Fernando Haddad, relatou o desejo de Lula em participar de debates dos candidatos, como a da Band na noite desta quinta-feira 9, que excluiu o PT.

“Se, de fato, como pensam nossos adversários, Lula está fragilizado e é um preso comum, por que impedi-lo de participar dos debates se o código eleitoral garante a sua participação expressamente? O código diz que qualquer candidatura, ainda que sob judice, tem suas prerrogativas e direitos garantidos”, afirmou Haddad.

Ele destacou ainda que “a participação do Lula vai aumentar a audiência, as pessoas vão poder ouvi-lo, ouvir seus adversários e questioná-lo sobre qualquer tema. E ele está muito disposto a isso.”

Lula “quer fazer a disputa olhando nos olhos do eleitor e dos adversários. Ele tem o desejo de enfrentar qualquer questionamento. Ele nos pediu para reiterar que tem o desejo de se expor, participar dos debates, enfrentar qualquer questionamento. Ele não tem medo do debate”, completou o coordenador do programa de governo do PT.

“E faz um apelo não só para que a Justiça considere a legislação em vigor, mas para que seus adversários e os meios de comunicação lutem para o fim da censura. Porque ele está sendo censurado”, reiterou. “Nós não vamos abrir mão do Lula porque o povo não abriu mão do Lula”, concluiu Fernando Haddad.

A presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), disse esperar “uma grande manifestação em Brasília” no próximo dia 15 de agosto. “Nossa chapa vai ser Lula-Haddad nos braços do povo”, anunciou. “Vamos tomar todas as medidas para a participação do Lula, e se não conseguirmos, para a participação do Haddad. Nós não podemos e não queremos ficar fora dos debates”, completou.

“Quem viu o debate da Bandeirantes ontem viu isso, faltou a maior parte do Brasil ali representado. Como é que um candidato que representa a maioria fica fora do debate?”, questionou Gleisi. “Vamos usar todas os meios jurídicos e políticos para o PT falar, o que estão fazendo é uma violência”, completou.

Questionada se Lula assistiu ao debate da Band, Gleisi respondeu que o ex-presidente “não viu o debate todo, apenas umas partes, mas achou que foi um debate com ausência de propostas”.

Brasil 247