Lula escreve carta de agradecimento à Comissão de Direitos Humanos - WSCOM

menu

Política

21/05/2018


Lula escreve carta de agradecimento à Comissão de Direitos Humanos

Os parlamentares foram impedidos de entrar, de acordo com decisão da juíza da 12º Vara Federal de Curitiba, Carolina Lebbos

Foto: autor desconhecido.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) escreveu uma carta de agradecimento aos componentes da Comissão de Direitos Humanos, presidida pelo deputado federal paraibano Luiz Couto (PT), pela visita que o grupo fez a Curitiba, onde está preso na superintendência da Polícia Federal desde 7 de abril. Os parlamentares foram impedidos de entrar, de acordo com decisão da juíza da 12º Vara Federal de Curitiba, Carolina Lebbos.

A correspondência de Lula está datada de 16 de maio e diz que o episódio o deixou muito aborrecido: “Fico muito triste também porque não pude ter contato pessoal com vocês, embora tenha a certeza que nossas ideias nos aproximam cada vez mais. Insistam nesta missão institucional para fazer valer o direito do Parlamento e, é claro, para que eu possa vê-los, abraça-los e ouvi-los”, diz Lula.

O deputado Luiz Couto fez chegar às mãos de Lula uma carta em que expressou seu sentimento de indignação, bem como dos paraibanos que apoiam o ex-presidente.

A íntegra do documento segue abaixo:

“Estimado Presidente Lula, trago ao seu conhecimento o sentimento de indignação de todos os paraibanos que têm sofrido ao seu lado desde que decretou-se sua prisão. Essa indignação, aliás, ultrapassa a fronteira de meu estado natal e mesmo do Brasil. A tristeza que nasceu da injustiça contra o maior presidente da história de nosso país está no mundo inteiro. A mim, como paraibano, cabe falar da dor que vejo estampada nos rostos de meus conterrâneos. Nós não aceitamos e não vamos tolerar qualquer ato de violência cometida contra a sua pessoa. Esta violência não está apenas em eventuais atos físicos. Ela é muito mais ampla e está ligada ao trâmite processual que inventaram para tentar macular sua imagem. A Paraíba sempre valorizou seu trabalho e seu legado durante o tempo em que esteve na presidência da República. O Senhor, presidente Lula, redefiniu o lugar dos excluídos, levando pão à mesa, fazendo com que os filhos dos pobres chegassem à universidade e até mesmo contribuindo para que os mais necessitados conhecessem o que antes apenas a classe média experimentara. Seu governo, voltado para incluir quem era esquecido, mudou a história do Nordeste não apenas com o Bolsa Família, ou a expansão das universidades, ou o aumento do salário mínimo de 64 para 260 dólares em 2010. A paisagem humana inegavelmente é outra. Mas a paisagem geográfica do Nordeste também mudou. O que se falava desde o Império, virou realidade pela sua determinação e trabalho intensos. Ironicamente, quando a Transposição do Rio São Francisco começou a pintar de verde o território árido do Nordeste, o senhor pouco tempo teve para ver essa tocante lembrança. Não é justo! Queremos eleições limpas e sem Golpe! O povo brasileiro tem o direito de opinar entre todos os candidatos e dizer quem fez mais, quem pode mais, quem nos representa. Queremos manter viva a democracia brasileira, a Justiça do Brasil e queremos acreditar no contraditório e não num estado de exceção baseado em convicções, presunções e julgamentos sumários que o valham. Nossa irrestrita solidariedade pela injustiça que tem sido cometida desde o dia 7 de abril deste ano. Aliás, desde 2016 que o Brasil deixou de ser um país respeitado para virar uma nação instável, onde tudo pode desde que esse seja o desejo das elites. Em nome do povo, presidente, trago um abraço e a esperança de mudar, mais uma vez, para melhor o Brasil. Conte conosco. Um abraço da pequenina, mas valente Paraíba, que não foge à luta e que nunca cansou de carregar sua dor. Ao contrário, se faz ainda maior juntando sua resistência à fé em sua inocência. Minha terra amada, meu sublime torrão, anseia por sua liberdade e quer Lula livre para o bem do Brasil!”.