Lula é quem tem que dizer quem o traiu, afirma Dirceu - WSCOM

menu

Política

18/08/2005


Lula é quem tem que

O ex-chefe da Casa Civil José Dirceu disse ignorar a quem o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se referia quando afirmou que se sentia “traído” pelos escândalos de corrupção que envolvem sobretudo o Partido dos Trabalhadores (PT).

“É o presidente Lula quem tem que responder quem é o traidor”, afirmou Dirceu à AFP através de sua assessoria de imprensa.

Dirceu renunciou ao cargo de chefe da Casa Civil no dia 16 de junho, depois de ser acusado pelo deputado Roberto Jefferson de ser o organizador do mensalão.

O outrora todo poderoso dirigente nega essas acusações e está disposto a lutar sem se importar com aqueles que o consideram uma presença incômoda.

Ele afirmou que não vai renunciar a seu mandato de deputado e tampouco sair da lista do campo majoritário, liderado pelo presidente provisório do PT, Tarso Genro, que disputará as eleições internas do partido no dia 18 de setembro.

“Do mesmo modo que não renunciei ao mandato de deputado, não renunciarei à lista”, disse Dirceu, citado por sua assessoria.

Dirceu está disposto a “consultar os demais integrantes da lista” antes de tomar sua decisão.

Na quarta-feira, Genro chegou a discutir esse tema com Dirceu e lhe disse que, se abandonasse a lista “por decisão própria”, isso não seria interpretado como “um reconhecimento de culpa, mas como um reconhecimento de que o núcleo dirigente do PT quer mudar”.

A crise provocou, além da queda de Dirceu, a renúncia dos principais dirigentes do PT, inclusive do presidente José Genoíno e do tesoureiro Delúbio Soares.

O PT reconheceu a existência de uma milionária caixa dois, embora assegure que foi para financiar campanhas eleitorais e não para comprar deputados.

Lula disse na sexta-feira passada que se sente “traído por práticas inaceitáveis” e que nunca teve conhecimento das mesmas. Também disse que o PT e seu governo deviam pedir “desculpas” aos brasileiros pelos escândalos.

O PT se desculpou oficialmente na quarta-feira, mas não conseguiu abrir uma investigação sobre todos os dirigentes comprometidos, entre eles Dirceu, que desta forma demonstrou manter sua influência no PT.

Fontes jornalísticas afirmam que Lula está apoiando uma iniciativa de Tarso e do líder do governo no Senado, Aloízio Mercadante, para isolar Dirceu no PT.

Notícias relacionadas