Lula e Ciro respondem ao TSE sobre ação do PSDB - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

27/06/2006


Lula e Ciro respondem ao

RECIFE – O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e o ex-ministro da Integração Nacional e ex-ministro da Integração Nacional Ciro Gomes responderam, hoje, ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sobre a representação movida pelo PSDB, que acusa ambos de campanha eleitoral antecipada, durante evento em Missão Velha, no Ceará, para o lançamento da Rodovia Transnordestina. Em sua defesa, os advogados do presidente usaram como o argumento o fato de que no dia do evento (6 de junho), o petista ainda não tinha sido declarado candidato oficialmente.

Segundo eles, “os discursos realizados pelo presidente da República constituem evidente publicidade institucional regular, na medida em que informam aos cidadãos diretamente beneficiados acerca de programas realizados na região”. A defesa de Lula foi protocolada sete dias depois do prazo determinado pela Justiça.

Já Ciro Gomes apontou falhas na representação tucana e afirmou que agiu “dentro da plena normalidade”. O ex-ministro justificou ainda o seu discurso, que – de acordo com o que declarou – teve como objetivo “externar a grande satisfação e a gratidão pela realização de empreendimentos objetos da visita presidencial ao Estado do Ceará”.

O PSDB aponta abuso de poder político durante o evento e pede a abertura de investigação judicial eleitoral para apurar possíveis condutas que caracterizariam explícita propaganda eleitoral. Os tucanos querem com o processo decretar a inelegibilidade do presidente, que irá concorrer à reeleição este ano.

Notícias relacionadas