Lula diz que prefere perder voto do que perder a vergonha - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

10/08/2005


Lula diz que prefere perder

Em mais um discurso inflamado para um grande número de pessoas, durante a inauguração do Hospital Geral de Palmas (TO), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que não vai assumir compromissos que não possa cumprir, porque “prefiro perder um voto do que perder a vergonha”.

Ele se referia a uma série de cartazes e faixas, espalhados no evento de hoje, que pediam benefícios para o Estado, como um curso de medicina, instalação de uma hidrovia e expansão da ferrovia Norte Sul . “Obviamente para atender a isso tudo precisaria de muitos anos”, disse o presidente.

Ele afirmou que um dos problemas que existem é que um governo inicia uma obra e o outro governo sempre pára. “Nós temos inúmeros esqueletos. Mas nós vamos concluir este hospital”, prometeu. A unidade tem capacidade para 400 leitos, mas foram inaugurados hoje apenas 100.

O presidente voltou a afirmar que os brasileiros precisam cuidar da saúde para diminuir a incidência de visitas médicas e de consumo de medicamento. “Se todo mundo andasse uma hora por dia, a gente não precisava de remédio ou hospital”, recomendou. “Andem uma hora por dia. Larguem o compromisso por meia hora para cuidar da saúde. Dediquem uma hora por dia para a saúde de vocês. Não pode ficar escrachado no sofá, tomando remédio para acordar, tomando remédio para dormir”, disse o presidente, acrescentando que assim sobrará dinheiro para uma cerveja, um vinho ou até uma pizza.

Notícias relacionadas