Lula diz que país enfrenta 'jogo rasteiro', mas que 'verdade vencerá' - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

20/08/2005


Lula diz que país enfrenta

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou neste sábado que o país está enfrentando um “jogo rasteiro” ao comentar as denúncias de corrupção. Ele disse ainda que a “verdade vencerá” e que dorme o sono dos justos.

“Sei da quantidade de leviandades, sei do jogo rasteiro que está sendo feito nesse país. Mas eu aprendi com uma analfabeta que morreu aos 64 anos: ‘não perca nunca a esperança, persevere sempre e ande de cabeça erguida porque a verdade vencerá'”, disse Lula na inauguração de fábricas de bolas e camisetas no bairro Cidadania Tiradentes, na zona leste de São Paulo.

O nome do presidente foi citado pelo advogado e então assessor do ministro da Fazenda Antonio Palocci –quando ele ainda era prefeito de Ribeirão Preto (314 km de SP)–, Rogério Tadeu Buratti. O advogado afirmou nesta sexta-feira que a campanha presidencial de Lula de 2002 recebeu R$ 2 milhões das empresas de bingos.

Buratti disse ainda ao Ministério Público de São Paulo que o então prefeito Palocci recebia R$ 50 mil por mês da empresa Leão Leão, responsável pela coleta de lixo na cidade. Em nota, o ministro da Fazenda negou ter recebido o dinheiro e criticou a divulgação das informações.

O advogado foi preso na quarta-feira acusado de crime de lavagem de dinheiro e tentativa de destruição de documento, mas conseguiu o benefício da delação premiada, prestou depoimento e foi liberado nesta sexta.

O presidente Lula disse que vai cumprir o que foi prometido para a população e que à noite dorme o sono dos justos. “Não sei quantos brasileiros ou brasileiras podem colocar a cabeça em um travesseiro à noite e dormir o sono dos justos. Eu posso dizer por mim. Eu durmo com o sono de um homem que sabe o que quer, que sabe o que esse país precisa, que sabe o que o nosso povo deseja, que pode ficar certo, nós vamos cumprir aquilo que nós nos comprometemos a cumprir entre o governo e o povo brasileiro.”

Agenda – Após cumprir essa agenda em São Paulo, o presidente seguirá para casa em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. O retorno a Brasília está previsto para a tarde deste domingo.

Notícias relacionadas