Luiz Couto acusa desmonte da Eletrobras e prevê aumento da luz - WSCOM

menu

Política

02/03/2018


Luiz Couto acusa desmonte da Eletrobras e prevê aumento da luz

"O presidente está disposto a privatizar e acabar com a Eletrobras, criando um mal-estar entre a empresa, o mercado e os brasileiros"

Em defesa da Eletrobras, o deputado federal Luiz Couto (PT-PB) fez um pronunciamento cobrando pulso firme também em defesa do setor elétrico brasileiro. “Assim como fizemos na reforma da Previdência, na qual o povo brasileiro desbancou o golpe previdenciário, precisamos desbancar também esse retrocesso com a privatização da Eletrobras”, disse o parlamentar.

Em sua explanação, o paraibano comentou que o presidente está disposto a privatizar e acabar com a Eletrobras, criando um mal-estar entre a empresa, o mercado e os brasileiros. De acordo com a argumentação de Couto, se a empresa for privatizada, a conta de luz aumentará, e os apagões, que foram um grande problema no Governo FHC, voltarão.

Couto acrescentou que a Frente Parlamentar em Defesa do Setor Elétrico está articulada para combater este desmonte. “Este modelo de inspiração neoliberal, que privatizou grande parte das distribuições de energia elétrica e fracassou na implantação de um mercado livre de compra e venda de energia no País, não garantiu a instalação de novas usinas e linhas de transmissão com capacidade suficiente para suprir o consumo previsto, conduzindo-nos ao flagelo do apagão de 2001-2002”.

Em seu pronunciamento, Couto definiu a Eletrobras como um patrimônio nacional. “O povo brasileiro precisa saber a verdade que há por traz da privatização. E a verdade é que ela está sendo privatizada e vai favorecer as comercializadoras, os consumidores livres e as bolsas de energia. Enganam-se aqueles que pensam que a privatização guarda relação com o pagamento ou com a redução da dívida pública. O Governo divulgou que pretende arrecadar em torno de 12 bilhões com a venda da Eletrobras. É irrelevante para uma empresa que vale muito mais”, concluiu.

Notícias relacionadas