Luciano Pires diz que petição de petista contra recurso de Cássio é "sem força" - WSCOM

menu

Política

22/04/2011


Advogado diz que petição é "sem força"

PROCRAStinação

Foto: autor desconhecido.

O advogado de defesa do ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB), Luciano Pires, disse a reportagem do WSCOM Online que a petição emitida pelo vereador de Santa Luzia, Bivar de Sousa Duda (PT), não terá força no julgamento do recurso extraordinário (RE 634250). O parlamentar santaluziense interpôs na última segunda-feira, 18, junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma petição solicitando o desprovimento do recurso do tucano e sugerindo a devolução da ação ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Segundo Luciano Pires, a tentativa do vereador é uma tentativa de retardar o julgamento da ação e a decisão que deverá culminar com a posse de Cássio Cunha Lima no Senado Federal. “Não vejo o caso de outra forma. Essa petição é infrutífera e não terá força alguma no processo”, disse o advogado.

Perguntado se o vereador estaria agindo de má fé ou com objetivos políticos, Luciano Pires preferiu não responder, mas estranhou o interesse do vereador petista. “Não posso invadir nessa esfera (política), no entanto sabe-se que ele (Bivar) não foi candidato ao senado, e sim a deputado estadual, e não concorreu diretamente com o senador Cássio Cunha Lima”, concluiu.

Processo com o relator

Conforme anunciado pelo WSCOM Online na última quarta-feira, 20, o Recurso Extraordinário (RE 634250) do ex-governador e Cássio Cunha Lima já está no gabinete no ministro relator Joaquim Barbosa, no Supremo Tribunal Federal.

De acordo com Luciano Pires, o tão esperado desfecho do caso que poderá definir a posse imediata de Cássio no Senado Federal deverá acontecer na próxima semana.

“O recurso já está concluso e no gabinete do ministro Joaquim Barbosa. Acreditamos que, como essa semana é mais curta devido ao feriado, já na próxima semana ele adote o mesmo entendimento que sufragou os outros processos semelhantes que estavam sob sua relatoria e decida a diplomação e posse imediata do senador Cássio Cunha Lima”, disse.

Entenda

O Recurso Extraordinário do ex-governador Cássio Cunha Lima é contrário a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PB) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que impugnaram sua candidatura a senador nas eleições estaduais de 2010, com base nos dispositivos da Lei do Ficha Limpa.

Notícias relacionadas