Luciano decide manter secretários envolvidos em áudios por se convencer de conjuntura sem ilegalidades - WSCOM

menu

Política

12/02/2019


Luciano decide manter secretários envolvidos em áudios por se convencer de conjuntura sem ilegalidades

Segundo secretário, o prefeito citou que as "conversas são aleatórias tratadas em março de 2018 ainda sem interferência eleitoral".

Na imagem, o secretário Josival Pereira

Por Walter Santos/Portal WSCOM

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), resolveu manter os Secretários Adalberto Fulgêncio e Diego Tavares ao se convencer de que os argumentos deles de inexistência de irregularidades exploradas na divulgação de áudio negociando em fase prévia pois, conforme disse,  prevaleceu a versão a partir de exames e exposição dos auxiliares.

Foi o que revelou nesta segunda-feira (11) o Secretário de Comunicação, Josival Pereira, em nome do prefeito considerando o áudio dos dois secretários como “conversas aleatórias tratadas em março de 2018 ainda sem interferência eleitoral “.

Segundo Cartaxo, “eles [secretários] analisaram como eu analisei as conversas e não há  indícios, indicativos de ilegalidade, por isso se não há uma atitude indecente não há outra coisa a ser tomada, se não mantê-los até porque estão à disposição”.

Para Josival, seus advogados foram acionados.