Lira diz que não estava consolidado na chapa e planeja futuro: “Posso estar no lado a ou no lado B” - WSCOM

menu

Política

19/06/2018


Lira diz que não estava consolidado na chapa e planeja futuro: “Posso estar no lado a ou no lado B”

Foto: autor desconhecido.

Em sua primeira declaração após o anúncio de desistência à reeleição, o senador Raimundo Lira (PSD) declarou nesta terça-feira (19), em entrevista, que não estava consolidado na chapa majoritária e que em certo momento não entendeu a composição formada pela oposição.

“Ouve, em determinado momento inicial, uma certa formação de chapa que não entendi e depois essa formação deixou de existir e ficou uma chapa consolidada e a partir dessa consolidação eu não estava totalmente consolidado com ela”, disse.

Ele afirmou que o resultado de sua pré-candidatura nas pesquisas não foi determinante para sua tomada de decisão, e citou a morte do deputado federal Rômulo Gouveia e sua indisposição para seguir na vida pública como fatores primordiais na sua tomada de decisão.

“Esse problema de pesquisa não foi justificativa. O meu problema, quando estive no velório de Rômulo, comecei a fazer uma reflexão em relação aquilo que queria na minha vida, cheguei a conclusão que não era esse ideal que eu quero , queria uma vida menos exigida como é a do político. Então cheguei a essa conclusão. Nenhuma coligação está conspirando ou fazendo isso ou aquilo contra mim”, revelou.

Por fim, Lira definiu sua posição no pleito deste ano como de “atirador”. Ele afirmou que por enquanto continua com a oposição, mas no decorrer da disputa pode estar no lado A ou no lado B.

“Vou participar discretamente e não vejo motivo para fazer qualquer mudança, isso não quer dizer que não vou fazer pois estou como um ‘Lira atirador’, posso estar no lado A ou no lado B”, destacou.

Notícias relacionadas