Lídia Moura diz que foi vítima de vigarice política do grupo Cartaxo - WSCOM

menu

Política

13/04/2018


Lídia Moura diz que foi vítima de vigarice política do grupo Cartaxo

Ela disse que recusou de pronto de manter na gestão depois da traição, mesmo sendo pressionada pelo então secretário Zenedy Bezerra.

Foto: autor desconhecido.

A ex-secretária de Políticas Públicas para Mulheres de João Pessoa e presidente do PMN na Paraíba revelou os motivos que a levaram a romper com o prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV). Lídia afirmou que foi vítima de “vigarice política” do grupo cartaxista.

Moura revelou que o prefeito esvaziou a chapa proporcional do PMN e levou os pré-candidatos a deputado federal do partido para o PV. Ela disse que recusou de pronto de manter na gestão depois da traição, mesmo sendo pressionada pelo então secretário Zenedy Bezerra.

Lídia revelou ainda que a última conversa com Zennedy foi bastante tensa e teve até que gritar para se impor. “Não somos um partido grande, mas somos um partido honrado”, destacou.

Blog do Marcos Wéric