Líder da oposição diz que Governo usou de estratégia para barrar a CPI das OS's - WSCOM

menu

Política

19/02/2019


Líder da oposição diz que Governo usou de estratégia para barrar a CPI das OS’s

Na imagem, o deputado estadual Raniery Paulino

O líder da oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), Raniery Paulino (MDB), em entrevista concedida na manhã desta terça-feira (19), questionou o posicionamento da bancada governista na Casa de Epitácio Pessoa sobre a instauração de novas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPI’s) na tentativa de barrar a CPI das Organizações Sociais.

 

O parlamentar citou não iria questionar a relevâncias dos temas das outras CPI’s, porém, afirmou que tudo não passou de uma articulação para barrar a que realmente interessava a oposição que era a das organizações sociais.

 

“Ontem eu recebi a visita de um deputado do Governo que se manifestava pretenso a assinar essa CPI e, durante a madrugada, imagino que a base do Governo se articulou para apresentar essas três CPI’s aqui. Todo mundo sabe que nós anunciamos, desde o início dos trabalhos, que se pretendia fazer uma CPI. Então eu vejo como estratégia de evitar que a CPI [das OS’s] seja assinada”, disse Raniery. 

 

O deputado disse ainda que fez um apelo, durante sessão, para que tudo fosse investigado profundamente, citando inclusive que o ex-governador, Ricardo Coutinho, poderia ser chamado para “depor” na tribuna. 

 

“Eu fiz esse pedido agora, na tribuna da Assembleia, para que todos os parlamentares, inclusive a base do governo, assinasse e fizéssemos uma metodologia que garantisse, inclusive, o contraditório do Governo, porque ele não trouxe ainda a versão dele desses fatos. É importante que se tenha um ambiente isento, equilibrado e respeitoso, onde o ex-governador [Ricardo] venha prestar seu depoimento, onde os secretários venham prestar depoimento e se chegar na verdade. Lamentavelmente parece que o governo cria mecanismos para não fazer esse debate”, concluiu o líder da oposição.

 

Da Redação
Portal WSCOM