Leilão da Varig deve começar às 10 horas no Rio - WSCOM

menu

Economia & Negócios

08/06/2006


Leilão da Varig deve começar

O leilão de venda dos ativos da Varig e de outras duas companhias do grupo, a Rio Sul Linhas Aéreas e a Nordeste Linhas Aéreas, está confirmado para as 10 horas no hangar da empresa no aeroporto Santos Dumont.

O juiz Luiz Roberto Ayoub, da 8ª Vara Empresarial do Rio, afastou ontem (7) a possibilidade de um novo adiamento do leilão, em que a mais tradicional companhia aérea do país, fundada em 1927, está sendo oferecida aos investidores em duas opções de compra: a Varig completa, com as linhas nacionais e internacionais, pelo lance mínimo de US$ 860 milhões, e apenas as rotas domésticas, por US$ 700 milhões.

O comprador dos ativos, que englobam os bens e direitos, não terá obrigações com as dívidas trabalhistas e fiscais do grupo Varig, que somam cerca de R$ 7 bilhões. O passivo, segundo reiterou o juiz Ayoub, ficará com a chamada Varig remanescente que, por sua vez, receberá o dinheiro da venda dos ativos no leilão.

A assessoria de imprensa da Varig confirmou que até agora são seis os investidores que deverão disputar o leilão da Varig: as empresas Gol, TAM e OceanAir, do setor aéreo; a empresa AeroLB, que adquiriu no início deste ano a Varig Engenharia e Manutenção (VEM), subsidiária do grupo Varig; o escritório de advogacia Ulhoa & Canto, que estaria representando o fundo de investimentos norte-americano Brooksfield; e o sistema de reserva de passagens Amadeus.

Notícias relacionadas