Kita cita falta de 'condições' para julgar cassação de Berg Lima em Bayeux - WSCOM

menu

Política

02/01/2019


Kita cita falta de ‘condições’ para julgar cassação de Berg Lima em Bayeux

Foto: autor desconhecido.

Agendada para esta quinta-feira (3), a sessão que deveria julgar a cassação do prefeito Berg Lima, na Câmara Municipal de Bayeux, pode não acontecer. Segundo o presidente da Câmara, Jeferson Kita, não haveriam ‘condições administrativas’ para a realização do julgamento.

“A gente recebeu a Câmara com o processo agendado por um presidente que teve na sua gestão como marcar para o dia 29, assumi a Câmara, em fase de transição, não tem jurídico, não contratamos procurador, marcaram uma eleição em cima. Tomei posse dia 1º e dia 3 já tem um processo importante como esse de um julgamento de um prefeito, e sem as condições administrativas. Vou sentar com meu jurídico para ver se viabiliza essa sessão, como posso fazer sem a presença formal de um procurador de maneira formal? Tem que ser nomeado ou contratado”, disse à 98fm.

Ele afirmou não atenderá a pressões de veradores, e não levará o processo a ‘toque de caixa. “Não vamos ser irresponsáveis de fazer um julgamento em toque de caixa para agradar alguns vereadores que querem eleição de forma indireta. Temos até o dia 14 para fazer, e temos um prazo que dá para adiar”, declarou.

 Por Redação / Portal WSCOM